Gideões da CCB Livre de Religião.
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Maio 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 1251 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de jucimar

Os nossos membros postaram um total de 1728 mensagens em 556 assuntos
Anuncios

    Não há anúncios disponíveis.


    A Religião Separa e a Graça Ajunta!

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

    A Religião Separa e a Graça Ajunta!

    Mensagem por Fco Oliveira em Dom Dez 20, 2009 10:59 pm



    Nobres irmãos shalom a todos, "isto aqui, seria a única Verdade, SE houvesse verdade na bíblia, mas como a bíblia é um livro maldito e Astrológico, isto aqui é apenas sonho de uma Verdade extinta"

    Seria dito assim: irmãos em Cristo Jesus: a paz esteja convosco, para entender melhor este comentário, devemos ler Mateus 10; 6, 7 e 8 a missão dos dozes discípulos dos Judeus; e Lucas 10;1 ao 24 a missão dos setentas discípulos dos Gentios!


    A religião sempre gerou confusão no mundo. Em nome da religião muitos foram mortos e muitos continuam matando até hoje. Se não é com armas é com palavras.

    Em nome da religião, Judeus não se comunicavam com Samaritanos, Fariseus não se misturavam com outros povos.

    Por causa dos religiosos, Jesus Cristo foi levado ao conselho de anciães, aos escribas e fariseus e perante as autoridades, julgado e morto.

    A lei de Moisés foi boa, porém, as outras regras e leis cerimonais criadas pelos religiosos foram impotente para a salvação.

    A lei foi feita não com o intuíto de que o homem fosse condenado por desobedecê-la, mas sim no sentido de ter uma vida feliz se a observasse; sem as doenças que a quebras destas leis provocavam nas pessoas, como: as DSTs que eram causada por relação sexuais ilícitas, a solitária que era adiquirido por comer carne de porco mal cozida e como na época não existia recursos para se cozinhar a carne bem cozida, foi proibido por Deus o consumo desta carne.

    A lei do Senhor dada a Moisés é perfeita e restaura a alma vivente, o corpo humano; mais se tratando da salvação das almas quem garrante essa promessa é a Lei de Cristo Jesus, a graça do Filho de Deus que nos lavou com o seu próprio sangue.

    Por meio da lei, a torah, só nos restava à condenação, pois, ninguém era capaz de guardar toda as leis, os rituais mosaico. A restauração e salvação de Israel vieram por meio de Jesus Cristo que nos trouxe a graça. Pela graça conseguimos guardar os mandamentos de Deus que por sinal não são pesados.

    Quem desobedecia à lei merecia a morte, na Graça há misericórdia, piedade, tolerância e amor fraternal.

    Muitos não entenderam a mensagem da cruz e sequer compreenderam o que significa a "Graça" e criaram outras religiões ainda piores nos dias atuais.

    O Senhor Jesus veio quebrar todos os paradigmas e tradições dos religiosos existentes na época, demonstrando que estava trazendo ao mundo não uma religião, mas a Graça Libertadora.

    O mundo até hoje continua no mesmo, podem observar.

    Quando Jesus conversou com a mulher samaritana junto ao poço de Jacó, estava demonstrando ao mundo que Ele não tinha preconceito contra quem quer que seja.

    "Deus não faz acepção de pessoas" Dt 10.16 e 19; At 10.34; Rm 2.11; Ef 6.9; Col. 3.25.

    Tiago foi enfático a esse respeito dizendo: "Se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos, pela lei como transgressores" (Tg 2.9).

    Será que os religiosos de nossos tempos leram esses versículos bíblicos ou entenderam o que isso significa?

    Os Judeus odiavam os samaritanos e sequer comiam juntos; Jesus Cristo sendo de descendência judia segundo a carne, foi pedir água justo a uma mulher samaritana.

    Pelo que consta, assim que aquela mulher samaritana descobriu o Messias ela passou a ser uma missionária e foi dizer a todos que havia encontrado a Salvação. A história bíblica relata que muitos samaritanos creram em Jesus e muitos Judeus em sua maioria O rejeitaram.

    Costuma-se dizer que estamos na Graça, que na graça é diferente, mas na prática não é nada disso e o que vemos é pura hipocrisia.

    Muitos que aceitaram a Graça, novamente criaram uma nova religião em suas mentes colocando jugos pesados que foram impossíveis aos nossos pais de suportarem e hoje eles querem que o povo cumpram tudo aquiloque está escrito nas leis de Deus.

    Se estivermos na graça, deveríamos ser diferentes, ou seja, deveríamos ser exemplo de amor, compreensão e respeito para os que estão de fora e que ainda não receberam a graça na Pessoa de Jesus Cristo como seu Salvador.

    Cristo não morreu só por nós ou por um punhadinho de gente. Cristo morreu por toda a humanidade e todos aqueles que se achegam a Cristo de modo nenhum voltarão vazios, Jesus Cristo é salvador e não escolhedor de almas.

    Graça significa favor imerecido. Ninguém merecia o favor do Senhor, não havia um justo sequer, todos pecaram e destituídos estavam da Glória de Deus (Rm 3.23). Fomos justificados pela fé em Cristo, não por nossos méritos ou por nossas boas ações e ninguém entende isso.

    Pessoas que dizem estar na graça, não respeitam a fé do seu semelhante, desonra a Deus com suas palavras.

    Com o intuito de ostentarem uma fé quase que fanática, massacram os outros, acabam sendo arrogantes, presunçosos, orgulhosos, únicos (exclusivo, excepcional, superior a todos os demais crentes), separados como se isso os levasse à santificação.

    Será que nós que dizemos que temos a graça aceitaríamos o fato de Davi (ungido de Deus) haver cometido pecado continuar escrevendo lindo salmos? Muitos não aceitam perdoar os erros de seus irmãos e se achando santos demais e julgam e condenam os outros.

    A Palavra de Deus nos orienta a não julgarmos para não sermos julgados.

    “Há um só legislador e um juiz que pode salvar e destruir”.
    Tu, porém, quem és que julgas a outrem?”(Tg 4.12)”.

    A Graça liberta, a religião aprisiona as almas a uma crença humana, a um dogma que desconhece o amor do salvador.

    A Graça salva, a religião mata, por causa do exclusivismo, sectarismo e o farisaísmo.

    A Graça Une, a religião separa, põem divisas entre o meu semelhante que também ama o Filho de Deus, que tem o Espírito Santo de Deus em seu coração.

    A Graça gera amor, a religião incentiva ao ódio contra o meu irmão que também aceitou o salvador, só que em outro rebanho.

    Na Graça o fundamento é o amor de Jesus Cristo, na religião o fundamento são as leis.

    Na lei há maldição para quem não consegue cumpri-la, na Graça há redenção para quem reconhece o seu pecado e se entrega a Cristo.

    Na Graça o objetivo é a salvação, na religião o objetivo é a condenação.

    Você está na Graça ou em uma religião? Nós devemos está na graça do Filho de Deus, sem as nocivas opressão das leis cerimoniais, os fardos pesados que os homens puseram sobre os ombros do povo e nem os julgos pesadíssimos que os lideres religiosos colocaram sobre as costas do povo de Deus. Deus seja louvado.
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1360
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 54
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: A Religião Separa e a Graça Ajunta!

    Mensagem por Fco Oliveira em Qua Mar 21, 2012 12:32 pm

    Nós hoje não estamos nem na graça e nem na religiãos, hoje somos homens e mulheres Livres deste maldito sistemaq denominacional que escravisou o mundo, hoje servimos ao Eterno Criador sem Nome e sem Religião!

    Mas como assim, o teu Deus não tem Nome? Nem o meu e nem o vosso e nem o do judeu, o tetragrama nunca foi e jamais poderar ser o Nome do Altíssimo Deus Criador, pois Ele nunca falou com nenhum ser humano na terra.

    Quer uma prova? o teu Deus e o Messias que você adora já falaram contigo? Te disse que o seu Nome é Senhor e que o nome do seu Filho é Jesus Cristo? Não, Deus nunca falou contigo e nem vai falar, sabes porque?

    Porque o Deus da bíblia e seu Messias é um maldito ídolo surdo, cego, mudo e aleijado; ele tem boca mais não fala com ninguém, tem ouvido mais não escuta ninguém na terra, tem olho mais nunca viu uma criancinha sendo estrupada por uma maníaco chamado ancião ou pastor ou padre etc;

    Tem mãos e pernas mais nunca se levantou do seu lugar para socorrer uma criancinho morrendo de fome ou em qualquer outra situação de medo e angustia, o Deus do judaísmo e do cristianismo é tudo isto e muito mais!

    Um Ser que diz que tem todo o poder da Ôniciencia, Ônipotencia e Ônipresença, ver tudo, está presente em todos os momentos da vida humana na terra e podendo resolver o problema e não o faz, só o desprestigia e o qualifica como um tiroano, um monstro.

    Eu não sou servo deste ser terrivel que as religiões discrevem!
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1360
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 54
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum