Gideões da CCB Livre de Religião.
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Dezembro 2016
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 1225 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de rosangela

Os nossos membros postaram um total de 1692 mensagens em 550 assuntos

Pastor Critica Adoção de Costumes Judaicos por Igrejas Evangélica Brasileiras.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pastor Critica Adoção de Costumes Judaicos por Igrejas Evangélica Brasileiras.

Mensagem por Fco Oliveira em Ter Fev 11, 2014 6:48 pm


Pastor critica adoção de costumes judaicos por igrejas evangélica brasileiras.

A influência do judaísmo nas igrejas evangélicas contemporâneas é assunto que constantemente levanta polêmicas no meio cristão e, principalmente, motiva críticas por parte de líderes cristãos que não aprovam a importação de costumes judeus para dentro do cristianismo.

Em um texto publicado recentemente, o reverendo , missionário da Junta de Missões da Convenção Batista Nacional, criticou essa aproximação exagerada de alguns segmentos evangélicos da cultura judaica, os quais classificou como “grupos heréticos”.

- A igreja brasileira sempre nutriu certa apreciação pela Terra Santa e pelo Povo Judeu. Mas o que vemos hoje em dia é uma importação exagerada dos costumes judeus para dentro da igreja, ferindo assim a orientação apostólica, o ensino dos pais da igreja e dos reformadores quanto ao assunto – afirmou Branco.

Afirmando ter como objetivo em seu artigo “mostrar a irracionalidade, a deturpação e denunciar explicitamente as aberrações destes movimentos tidos judaizantes espalhados pelo Brasil”, o religioso afirma que é necessário se ter uma compreensão da missão história de Israel e do Antigo Testamento, e afirma que tal missão tem sido vista de forma equivocada pela igreja brasileira.

- O Antigo Testamento, com todas as suas leis, rituais e tradições, tem sido muitas vezes interpretado de forma equivocada, principalmente por alguns segmentos cristãos, não tão novos como imaginamos, que desde o princípio da igreja tem procurado trazer para dentro da Nova Aliança elementos oriundos das tradições judaicas, culminando naquilo que conhecemos como “cristãos judaizantes” – explica Luis A R Branco.

- A missão de Israel no Antigo Testamento envolvia elementos muito particulares para aqueles dias e tentar transferir estes elementos para os nossos dias, pode certamente nos induzir a erros e a cometer interpretações equivocadas da missão de Israel – completa, citando seu livro “Israel e a Igreja”.

Papa pede que religiões e os que não têm Igreja se aliem por justiça

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2013/03/20/papa-pede-que-religioes-e-os-que-nao-tem-igreja-se-aliem-por-justica.jhtm
Papa pede que religiões e os que não têm Igreja se aliem por justiça


O reverendo explica ainda que muitas das regras cerimoniais relatadas pela Bíblia em relação ao povo judeu tinham como base mais “questões de saúde, devido à sua localização geográfica e questões climáticas do que propriamente com questões religiosas”.

Ele ressalta ainda a incoerência da tentativa de adotar alguns desses costumes, e deixar de observar outros, como a dieta kosher.
Outro costume que se tornou “moda” entre muitas igrejas, e que também foi criticado pelo pastor, é o uso do Shofar.

Explicando que tal prática é adotada de maneira equivocada pelas igrejas, por ser usado totalmente fora de seu contexto histórico e religioso, o pastor afirma que “não estamos revivendo em hipótese alguma o fortalecimento do judaísmo nas igrejas, mas um sincretismo religioso que reúne elementos de todo tipo de religião”.

- Meus irmãos as heresias destes grupos que são vários e cada um com um nome diferente, tem como objetivo afastar o crente de Jesus Cristo e da sua obra redentora.

Estes grupos, através destas festas, rituais, rê-batismos no Jordão e ensinos, procuram enriquecer vendendo ou fazendo parcerias com empresas que vendem pacotes turísticos para Israel, e levar os crentes a negar a fé – finaliza.

Quem quiser conhecer o autor, é só acessar:  https://clubedeautores.com.br/authors/109416

Por Dan Martins, para o Gospel+





Última edição por Gideão da CCB Livre em Sab Fev 22, 2014 1:11 pm, editado 2 vez(es)

Fco Oliveira
Admin

Mensagens : 1354
Reputação : -1
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 54
Localização : Catanduva São Paulo

http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pastor Critica Adoção de Costumes Judaicos por Igrejas Evangélica Brasileiras.

Mensagem por Fco Oliveira em Ter Fev 11, 2014 7:06 pm


Papa pede que todos os religiosos e os que não têm Igreja se unem por amor à justiça.

PHILI - Reuters em 20 de março de 2013 | 16h 28

O papa Francisco pediu nesta quarta-feira que os membros de todas as religiões e os que não pertencem a nenhuma Igreja se unam para defender a justiça, a paz e o meio ambiente e não permitam que o valor de uma pessoa seja reduzido a "o que ela produz e o consome".

Francisco, eleito uma semana atrás como o primeiro papa não europeu em 1.300 anos, se encontrou com líderes de religiões cristãs não católicas, como ortodoxos, anglicanos, luteranos e metodistas, e outras incluindo judeus, muçulmanos, budistas e hindus.

"A Igreja Católica está ciente da importância de um respeito maior de amizade entre homens e mulheres de diferentes tradições religiosas", disse o pontífice argentino aos líderes religiosos em uma audiência no Vaticano.

Falando em italiano na Sala Clementina, ele disse que membros de todas as religiões e mesmo não crentes tinham que reconhecer sua responsabilidade conjunta "com o nosso mundo, com toda a criação, que temos que amar e proteger".

"Devemos fazer muito pelo bem dos mais pobres, dos fracos, e dos que estão sofrendo, favorecer a justiça, promover a reconciliação e construir a paz", disse.

Francisco pediu aos líderes religiosos que combatam "uma visão unidimensional de uma pessoa humana, segundo a qual o homem está reduzido a o que produz e o que consome", que ele disse ser "uma das armadilhas mais perigosas de nosso tempo".

Embora ele tenha dito que a história havia mostrado que qualquer tentativa de eliminar Deus tinha produzido "muita violência", ele se aproximou dos que buscam a verdade, o bem e a beleza sem pertencer a nenhuma religião.

"Eles são nossos aliados preciosos no compromisso de defender a dignidade humana, construir uma coexistência pacífica entre as pessoas e proteger a natureza com cuidado", disse.

A descrição de Francisco de pessoas que não são de nenhuma religião como "aliadas preciosas" na busca pela verdade foi um contraste marcante com a atitude do papa anterior Bento 16, que algumas vezes deixava os não católicos sentindo-se como fiéis de segunda classe.


Desde sua eleição há uma semana, Francisco estabeleceu o tom para um papado novo e mais humilde, pedindo que a Igreja defenda os fracos e proteja o meio ambiente.


Em outro sinal de seu estilo mais simples, Francisco se dirigiu aos líderes religiosos sentado em uma cadeira bege e não no costumeiro trono usado no salão ornado para as audiências.

COMPROMISSO CATÓLICO E JUDEU O ECUMENISMO!

"Sinto uma grande dose de animação e de otimismo e esperança", disse o rabino baseado em Jerusalém David Rosen, diretor internacional de Questões Religiosas do Comitê Americano-Judaico.

"Ele está profundamente comprometido com a relação católico-judaica", disse à Reuters Rosen, que participou do encontro.

Yahya Pallavicini, líder da comunidade muçulmana da Itália, disse que estava impressionado com a insistência do papa na amizade inter religiosa.

"A amizade é um modo central de aumentar a fraternidade entre os crentes e também de aumentar a profundidade da dignidade da humanidade", ele falou depois do encontro.

"Não podemos considerar o homem apenas como um consumidor ou como alguém que tem que ser considerado apenas em termos de mercado, mas como um crente e uma pessoa que tem a santidade em seu coração."

(Reportagem adicional de Tom Heneghan)

PS: vemos aqui uma batalha de gigantes, quem será os mais hipócritas os Católicos que inventaram este Ecumenismo ou os Evangélicos que estão cuspindo no prato da sua velha mãe ICAR?

Com toda a certeza que são os evangélicos! Pois ambos o Papa Francisco e os Rabinos judeus sabem, que o Deus das nações são apenas Mitos inventado por eles.


Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,papa-pede-que-religioes-e-os-que-nao-tem-igreja-se-aliem-por-justica,1011131,0.htm

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2013/03/20/papa-pede-que-religioes-e-os-que-nao-tem-igreja-se-aliem-por-justica.jhtm

Fco Oliveira
Admin

Mensagens : 1354
Reputação : -1
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 54
Localização : Catanduva São Paulo

http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum