Gideões da CCB Livre de Religião.
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Julho 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 1253 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de EXCCB

Os nossos membros postaram um total de 1729 mensagens em 557 assuntos
Anuncios

    Não há anúncios disponíveis.


    Criar Pequenas Igrejas é Ter Grandes Lucros Financeiros.

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

    Criar Pequenas Igrejas é Ter Grandes Lucros Financeiros.

    Mensagem por Fco Oliveira em Sab Jul 13, 2013 5:00 pm

    [b style="margin: 0px; padding: 0px;"]
    [/b]



    Criação de Igrejas é Negócio até em Anúncios de Classificados de Jornal!

    BRASÍLIA - Se abrir uma empresa é sonho de consumo de todo empreendedor, montar sua própria igreja virou sinônimo de um bom negócio. 

    No último fim de semana, a seção de classificados de um jornal de Brasília tornou público o desejo de um certo Francisco. 

    "Procuro 2 pessoas p/ juntos abrirmos uma igreja", diz a curta mensagem na área destinada a recados, logo abaixo de outros anúncios em que homens e mulheres procuram parceiros para relacionamentos sinceros.

    A mensagem de Francisco vem acompanhada do número do celular para contato. 

    Quem se atreve a ligar para o telefone indicado, rapidamente esclarece qualquer dúvida sobre o motivo do negócio. 

    Na segunda-feira, o autor do anúncio, que se apresenta como Francisco, foi direto ao ponto:
    - Eu não sei qual é o seu objetivo. 

    O meu eu sei. É espiritual e financeiro. Sou bastante objetivo nos meus negócios - avisa.

    Ele diz que prefere ser franco porque não quer perder tempo com discussões sobre ortodoxia religiosa. 

    Sem contestação do outro lado da linha, Francisco se sente à vontade para expor seus planos. 

    Ele quer fundar uma igreja pentecostal como muitas outras que existem por aí e ganhar muito, muito dinheiro. Basta usar técnicas de hipnose coletiva, simular milagres e recolher dízimo.

    - Não tem limite. É muita grana. Dois milhões. Dez milhões. Ou até mais. O negócio é um rio correndo para o mar - profetiza.

    Francisco tem como espelho pastores de outras igrejas que surgiram no nada e, de repente, se tornaram um império. 

    Ele diz que não quer exatamente ser uma estrela de TV. 

    Não é um grande orador e nem faz questão de demonstrar conhecimento profundo de textos sagrados. 

    Para o mais novo candidato a pastor, basta uma sala num barraco qualquer, de preferência numa área bem pobre e algumas cadeiras de plástico.

    - As igrejas não estão procurando pastores. 

    Eles querem um sujeito que tenha noção de hipnose. Que é uma coisa muito mais rápida. Você vai chegar numa sessão, vai hipnotizar o povo. 

    A pessoa vai ficar hipnotizada. Vai te dar 10% hoje. Amanhã da mais 10% e conta o milagre para os outros - explica.

    Segundo ele, as pessoas mais simples querem milagres e estão dispostas acreditar em qualquer situação que pareça extraordinária. O futuro pastor diz ainda que os riscos do negócio são mínimos. 

    O aluguel de uma sala num bairro pobre fica em torno de R$ 500. As cadeiras de plástico podem ser compradas a medida em que o número de fiéis for aumentando. 

    Ele até sugere um lugar para começar: a Vila Estrutural, uma das favelas mais pobres do Distrito Federal. Não importa se outras igrejas chegaram primeiro.

    - Quanto mais, melhor - diz.

    Em seguida convida o interlocutor para uma conversa particular para acertar os detalhes do negócio. 

    No primeiro contato não pediu investimento inicial dos sócios, nem disse como o negócio será rateado. A fé pode render muito. Exemplos não faltam. 

    E, então, ele começa a citar nomes de outros aventureiros que se tornaram ricos, muito ricos, vendendo ilusões. 

    Francisco é de uma sinceridade quase religiosa.

    Veja o Vídeo aqui na Fonte: http://oglobo.globo.com/pais/criacao-de-igreja-negociada-ate-em-anuncio-de-classificados-8883673


    Hoje temos um grande exemplo vivo: a Igreja Pentecostal CCB (Congregação Cristã no Brasil) que começou com esta igrejinha aqui:

     

    E hoje, com 100 anos de existência, cobrando o "Dízimo disfarçado de Coletas" ostentam no Brasil, os maiores e mais caros templos religiosos já visto no mundo; então criar uma igreja hoje é o mesmo que criar uma grande empresa.

    Nenhum tipo de negócio dá mais lucro do que vender "as mentira da bíblia"! Como diz o Sebrae: Pequenas Empresas, Grandes Negócios, se pode dizer das igrejas do Brasil: Pequenas Igrejas Grandes Negócios- Lucros rápidos e fáceis.

    Vejam as maravilhas no Google, clik Imagens da CCB e veras isto: 



    Dízimos em forma de Coletas, principalmente se for envelopado, dá mais do que Montadora de Carros.
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1360
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 55
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum