Gideões da CCB Livre de Religião.
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Dezembro 2016
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 1225 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de rosangela

Os nossos membros postaram um total de 1692 mensagens em 550 assuntos

OS CATÓLICOS ROMANOS VÃO SER SALVOS?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

OS CATÓLICOS ROMANOS VÃO SER SALVOS?

Mensagem por Lourival em Qui Set 10, 2009 12:01 am

Nobres irmãos os católicos romanos vao ser salvos?

Lourival

Mensagens : 14
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/08/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS CATÓLICOS ROMANOS VÃO SER SALVOS?

Mensagem por Fco Oliveira em Qui Set 10, 2009 2:30 pm

Nobres irmãos a paz esteja convosco, essa pergunta hoje, temos dois caminho a seguir:
1- os Católicos que aceitaram o Messias como o seu Príncipe e Salvador, que deixaram os ídolos e estão pregando o evangelho de Yahushuah Ha-Mashiach, estes estão salvos! Se os evangelicos que também foram batizado na Trindade como os Católicos pagãos adoradores de ídolos, forem salvos, eles também serão;

Porque hoje não existe nenhuma diferença entre um Católico Carismático para um crente da AD, IASD, CCB, DA, BATISTA etc, todos foram batizados no mesmo batismo, no Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, que é a SS. Trindade! São todos pagãos adoradores de demônios, pois a idolatria é o culto dos demônios e os nomes descritos na bíblia dos Católicos e evangelicos, são todos nomes eufêmicos e de ídolos pagãos e até de demônios destruidor como é o caso do nome Jeová.

2- os Católicos que morreram sem receber o evangelho de nosso Salvador Yahushuah, cego com os ídolos e os dogmas da ICAR, estes iram enfrentar o juízo final, só poderemos dizer isto: todos serão julgados diante do tribunal de Yahushuah e as suas obras e o amor do Soberano Yahuh dos Exércitos é quem vai dar o veredicto final, amem?

Ps: mais pela a Lei do Reino do Eterno Yahuh dos Exércitos que é a Lei de Yahushuah ou a Nova Aliança, todo aquele que crer e for batizado será salvo, se o batismo na SS. Trindade está valendo para os evangelicos, também deve valer para os Católicos, por que Não? Qual a diferença? É a imersão? Ou o ritual do santo batismo? Vos digo, que, se o batismo na SS. Trindade vale para nós da CCB, deve valer também para os Católicos. Yahuh seja louvado.


Última edição por Admin em Sex Nov 19, 2010 7:27 pm, editado 1 vez(es)

Fco Oliveira
Admin

Mensagens : 1354
Reputação : -1
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 54
Localização : Catanduva São Paulo

http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deus: A Conspiração Romana!

Mensagem por Fco Oliveira em Ter Out 26, 2010 8:37 pm

Introdução: O Pano-de-Fundo de uma Conspiração;
Por Sha’ul Bentsion

http://bteshuva.wordpress.com/2010/02/20/deus-a-conspiracao-romana/

O ano é 405DC. No auge de Roma, recém-fortalecida por seu famoso Concílio de Nicéia[1], um bispo de nome Jerônimo[2] conclui a sua tradução da Septuaginta[3] para o Latim. Essa tradução populariza exatamente o conceito que fez do Cristianismo, a nova roupagem da antiga religião pagã romana, tão popular no império.

Muitos esforços foram feitos em Roma, por Inácio[4], Constantino[5], e outros, para estabelecer uma religião unificada que assegurasse a pax romana. Afinal, quem controla a religião, contra as massas. Quem controla as massas, controla o império.

Essa religião híbrida, que tomou emprestado alguns conceitos judaicos da seita dos nazarenos, na realidade, mantinha antigas estruturas do politeísmo romano, de modo que os pagãos puderam confortavelmente encontrar seu nicho na nova fé. O processo foi semelhante ao sincretismo do Catolicismo com as religiões afro, no Brasil colonial.

Ave, Deus!

Não se pode contar com o apoio dos pagãos, ou converter as massas, fazendo oposição às suas crenças já existentes. O ideal é buscar a aproximação, e não o confronto. Porém, os bispos da nova religião romana tinham um problema: não podiam negar o panteão primitivo com as suas divindades, mas ao mesmo tempo, precisavam estabelecer as fundações do monoteísmo.

A solução engenhosa, mais tarde copiada por Mohammad (Maomé) quando lidou com o politeísmo árabe, era fortalecer a figura do chefe do panteão – enaltecê-lo como um Ser Supremo, tão poderoso que as demais figuras ficavam ofuscadas. Como falar do Elohim dos hebreus, esse ser desconhecido, para um grupo de romanos politeístas? A reposta é: através do sincretismo!

O panteão romano era derivado do que historicamente se conhece como o panteão Proto-Indo-Europeu. O panteão Proto-Indo-Europeu é o nome conceitual dado às origens de um sistema politeísta que floresceu e deu origem, posteriormente, às principais religiões pagãs da Europa, e do Oriente.

O Panteão Proto-Indo-Europeu era governado por um ser supremo, de nome Dyeus. Dyeus era conhecido como a divindade do céu iluminado – e sua posição no panteão Proto-Indo-Europeu era a de um monarca ou patriarca.

De Volta às Origens

Curiosamente, a maioria dos estudos arqueológicos e antropomórficos apontam para a origem do panteão Proto-Indo-Europeu como tendo origem na região do Iran/Iraque, sendo o Zoroastrismo a religião mais antiga derivada desse sistema religioso. Ou seja, todos os caminhos dessa religião primitiva apontam para Bavel. O berço de Satan e de toda sorte de abominações aos olhos de YHWH (que se ler literal YAHUH).

Essa religião, ao que sabemos pelos relatos bíblicos, possivelmente tem origem no sistema religioso de Nimrod (o pai a primeira pessoa da trindade), Semíramis (a Maria mãe de Deus, que é figarada como se force o espírito santo a terceira pessoa da trindade) e Tammuz (o filho Jesus que é a segunda pessoa da trindade). A adoração a Mitra, o deus-sol, que era um dos filhos de Dyeus no panteão proto-indo-europeu, também tem sua origem neste fato.

O Panteão: Do PIE ao Romano

Como dissemos antes, a origem do panteão romano no primitivo panteão pronto-indo-europeu é notória, e pode ser observada em diversas de suas divindades, como por exemplo a deusa Venus, cuja origem está em Wenos, a deusa da aurora no panteão proto-indo-europeu. Algumas dessas derivações podem ter surgido diretamente na região da atual Itália, outras indiretas, a medida em que o império romano se expandia e absorvia a cultura de diversas regiões. Há, por exemplo, uma posterior influência da mitologia grega no panteão romano. Porém, o próprio panteão grego também é derivado do panteão proto-indo-europeu.

Deus: O Líder

O líder do panteão proto-indo-europeu, como dissemos, era conhecido como Dyeus. Seu nome, porém, sofreu derivações em diversas regiões. Seguem alguns exemplos:

Em sânscrito, era conhecido como Dyaus, nos balcãs, era conhecido como Dievas, na região de Gaul, tornou-se Diaspater, no grego, ficou conhecido como Zeus, na região da atual Alemanha como Tiwaz, e no latim, inicialmente Jove Pater (Júpiter) – uma derivação de Dyeus Pather – e posteriormente “Deus”.

“Deus” era, portanto, o nome próprio do ser supremo do panteão romano – conhecido como o pai de todos os outros deuses, o senhor da luz. Assim como Zeus, na Grécia, “Deus” (Dyeus/Júpiter) era o mais adorado dentre as divindades do paganismo romano.
Figura 1: Imagem de Dyeus, do Século 4AC, encontrada na Ucrânia

Figura 1: Imagem de Dyeus, do Século 4AC, encontrada na Ucrânia



Roma Exalta o Seu Deus

Consciente, portanto, de que o “convergir” é muito mais eficiente do que “confrontar”, os bispos do recém-formado Cristianismo, a nova religião do império romano, fizeram o que havia de mais lógico: ao se depararem com o Elohim Avinu (Yahuh, nosso Pai) do Judaismo e da antiga seita dos Nazarenos, igualaram-no a “Deus”, a divindade-mor dos romanos.

Justamente aquilo que a Bíblia mais condena, a maior de todas as abominações, e que é combatida por aqueles que crêem na Bíblia atualmente – o sincretismo que iguala o Eterno a elementos de religiões pagãs – foi feito ardilosamente pelos bispos romanos, selado por Constantino, e consolidado por Jerônimo na tradução da Vulgata.

E hoje, inocentemente, milhares e milhares de pessoas de língua latina (como o português, e o espanhol, por exemplo), inadvertidamente, são levadas à adorarem essa entidade babilônia, o pai das mentiras – o próprio Satan, pensando que ao adorarem a “Deus”, estão adorando a YHWH.

Figura 2: Dyeus-Pater (Júpiter) torna-se o Deus do Cristianismo




O “Deus” do Cristianismo, ingenuamente adorado pelas massas, é um dos títulos de Satan/Samael, e não é o Eterno Criador dos Céus e da Terra. Reparem como é sutil e ardiloso o trabalho do inimigo. É através de coisas aparentemente inocentes e bem-intencionadas, que Satan procura a cada pequenino passo desviar a humanidade de YHWH. Essa jogada de Satan faz com que o mundo viole um dos princípios mais básicos estabelecidos por ele: o de colocar outro diante dEle, em Seu lugar.

A Profecia Se Cumpre

Uma dúvida ainda paira no ar. Será que as Escrituras previram esse ardiloso golpe de Satan? O profeta Hoshea (Oséias) responde a essa pergunta. No capítulo 2, Hoshea (Oséias) fala justamente de Efrayim na Galut. Repare o que dizem os p’sukim 16 e 17:

“E naquele dia, diz YHWH, ela me chamará meu marido; e não me chamará mais meu Baal. Pois da sua boca tirarei os nomes dos baalim [ie. divindades pagãs], e não mais se fará menção desses nomes.” Hoshea (Oséias) 2:16-17

Aqui fica bem claro: um dos pecados de Efrayim estava no fato de chamar a YHWH por meio do nome de divindades pagãs. Uma das características da restauração da fé está justamente no fato de YHWH retirar da boca de sua noiva, Israel, os nomes pagãos. YHWH será chamado nosso marido, e não nosso “deus”, nosso “allah”, nosso “budda” ou qualquer outro nome pagão usado por Efrayim para se referir a Ele.

Conclusão

Com o conhecimento, vem a responsabilidade. Somos chamados a sair de Bavel (Babilônia), a abandonar completamente o seu sistema de mentiras, e de enganação. Satan, em seu ardiloso esquema que culminará na religião universal (talvez uma espécie de Cristianismo ecumênico), já tem a sua Igreja, o seu messias anti-Torá e anti-semita, e ainda leva o ser humano a adorar a ele próprio (Deus).

Não tardará muito em vermos a humanidade reunida para juntos “adorarem a Deus” (ou a outras variantes – há também em outras línguas termos que descendem de divindades pagãs, como “God” no inglês, etc.) Se somos chamados para sair de Bavel, e se zelamos pela santidade no culto ao Eterno, então conhecendo a verdade, jamais podemos ignorá-la, nem tampouco usar um dos nomes de Satan para se referir ao Sagrado, Bendito seja Ele.

[1] Concílio de Niceia, o primeiro concílio ecuménico do Cristianismo, reunido em Niceia no ano de 325, e que discutiu questões cristológicas (estabelecendo a base da religião cristã, por exemplo, o Arianismo).

[2] Jerônimo de Strídon, seu nome completo é Eusebius Sophronius Hieronymus, é conhecido sobretudo como tradutor da Bíblia do grego antigo e do hebraico para o latim. Na tradição cristã é o padroeiro dos bibliotecários e dos tradutores e patrono das secretárias (inclusive ambos comemorados no dia 30 de setembro).

A edição de Jerónimo, a “Vulgata”, é ainda o texto bíblico oficial da Igreja Católica Romana, que o reconhece como Padre da Igreja (um dos fundadores do dogma católico) e ainda doutor da Igreja.

[3] Septuaginta é o nome da versão do Tanach, para o grego, traduzida em etapas entre o terceiro e o primeiro século AEC. em Alexandria. Dentre outras tantas, é a mais antiga tradução da bíblia hebraica para o grego, língua franca do Mediterrâneo oriental pelo tempo de Alexandre, o Grande.

A tradução ficou conhecida como a Versão dos Setenta (ou Septuaginta, palavra latina que significa setenta, ou ainda LXX), pois setenta e dois rabinos trabalharam nela e, segundo a lenda, teriam completado a tradução em setenta e dois dias. A Septuaginta foi usada como base para diversas traduções da Bíblia.

[4] Inácio (67 – 110 d.C.) foi Bispo de Antioquia da Síria, discípulo do emissário Yochanan (João), também conheceu Sha’ul (Paulo). Segundo Eusébio de Cesaréia (Hist. Ecl. 3.36,2), Inácio foi o terceiro bispo de Antioquia da Síria e segundo Orígenes teria sido o segundo bispo da cidade (Hom. VI, em Luc. par. 1).

Porém diferente dos emissários com quem conviveu e de quem aprendeu, Inácio pregava a separação da chamada igreja universal, composta pelos seguidores do Messias, do Judaísmo, a primazia da Sé de Roma, trindade e a declarava que os cristãos não deveriam mais guardar o Shabat, mas se reunir no dia do Senhor, o qual, segundo ele, seria o domingo.

[5] Constantino I, Constantino Magno ou Constantino, o Grande (em latim Flavius Valerius Constantinus; Naissus, 272 – 22 de Maio de 337), foi proclamado Augusto pelas suas tropas em 25 de Julho de 306 e governou uma porção crescente do Império Romano até a sua morte.

Constantino acabou, no entanto, por entrar na História como primeiro imperador romano a professar o cristianismo, na seqüência da sua vitória sobre Maxêncio na Batalha da Ponte Mílvio, em 28 de outubro de 312, perto de Roma, que ele mais tarde atribuiu ao Deus cristão.


Fco Oliveira
Admin

Mensagens : 1354
Reputação : -1
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 54
Localização : Catanduva São Paulo

http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS CATÓLICOS ROMANOS VÃO SER SALVOS?

Mensagem por profeta em Dom Jun 19, 2011 8:09 am

Mas que grande confusao essas coisas.
Sinceramente poe-me confuso.
Mas pronto,se eu estou confuso,tambem nao admira pois sou apenas um homem.
Mas ja agora eu pergunto:
Como foi possivel Deus criar todoas estas confusoes durante estes milhares de anos passados?
Pensava que tudo o que Deus fez e faz nao é confuso.
Ou sera que sao os homens que andam confusos?

profeta

Mensagens : 24
Reputação : 1
Data de inscrição : 19/06/2011
Idade : 43
Localização : Alemanha

http://emanuelconvosco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS CATÓLICOS ROMANOS VÃO SER SALVOS?

Mensagem por Fco Oliveira em Dom Jun 19, 2011 8:38 pm

Nobres irmãos a paz esteja convosco, se você que é profeta do Senhor Jesus, está confuso, que diremos dos católicos simples, sem ministéiro? Você como profeta deveria saber de tudo isto, para não ficar confuso e nem enganar os outros, como tem feito, porque mandar os outros venerar o papa meu amado, é ser escravo do diabo.

Por que o homem que se diz servo de Deus e manda que as pessoas venere um homem mortal como o papa, é pregar contra a palavra de Deus que mandou que todos adorem ao Criador Yahuh dos Exércitos e não à criatura; o papa, que se diz o Senhor Jesus em pessoa na terra, não é Deus e sim um maldito escravo do diabo, para enganar o mundo com palavras de engano.

A prova de que o papa e todo o Vaticano está nas mãos do capeta, está em todos os sinais que eles usam, nos símbolos maçonicos que estão nas roupas deles e nos kipas como bico de peixe etc; tudo aquilo ali é simbolo satanico criados por satanistas medievais e o amigo não sabe ainda.

Fco Oliveira
Admin

Mensagens : 1354
Reputação : -1
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 54
Localização : Catanduva São Paulo

http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS CATÓLICOS ROMANOS VÃO SER SALVOS?

Mensagem por profeta em Seg Jun 20, 2011 5:32 am

Como ja o disse,para analisar o Papa,deve-se ter em conta a vida do apostolo Pedro.
O Papa nao representa Jesus,mas sim Pedro.

O Papa nao representa apenas um Papa!
Ele representa todo o ser de Pedro...todos os seus costumes,defeitos e bondades.
Todas as vezes que vemos um Papa novo,assistimos tambem a uma das facetas de Pedro.

A Igreja nao é perfeita!A Igreja tambem tem seus erros.Pois ainda esta no mundo.
Mas a Igreja tambem tem sido firme,combatendo o maligno e sendo fiel á palavra de Deus.
As proibicoes que Deus nos deu no antigo Testamento,tambem a Igreja as cumpre.Ja nao posso falar das igrejas protestantes,pois essas nada cumprem,mas modificam...

Nao se pode confundir a palavra "amar"com "venerar".
Aqui ninguem ama a idolos!
Aqui ama-se a Deus acima de tudo!
No fundo somos todos criancas...nascemos em determinados paises com suas tradicoes!
As tradicoes fazem os idolos,mas nao quer dizer que amemos esses idolos.
Todo o ser humano é diferente.Todo tem as suas exquesitices...todo tem as suas maldades e suas bondades.
Uma crianca quando brinca com um automovel de brincadeira,nao quer dizer que o ache verdadeiro.Mas apenas quer e deseja ter contacto com um automovel a serio.Como ainda nao o pode,entao brinca e alegra-se com um de brincar.
Essa crianca tambem pode gostar desse automavel,porque foi o Pai ou sua Mae que o ofereceu...
Enfim...neste mundo todos sao criancas.Umas mais que outras.

Se minha avozinha que infelizmente teve pouca cultura e prefere rezar em frente a uma estatua de Maria,nao quer dizer que ela ame essa estatua,mas sim Deus.
Nosso mundo é colorido.
E nesse mundo temos de ser provados.
Aceitando o lugar,origem,linguagem,familias e costumes que Deus nos destinou.

O vosso Brasil é tao bonito!!!!!!!!
Tem tao belas cores e pessoas tao bondosas!
Por esse motivo temos de nos virar para essas coisas boas e atraves delas amarmos a Deus,pois é essa sua vontade.
Nao pudemos confundir as coisas do maligno que se introduziu neste nosso mundo,com a santa natureza que Deus nos ofereceu.

profeta

Mensagens : 24
Reputação : 1
Data de inscrição : 19/06/2011
Idade : 43
Localização : Alemanha

http://emanuelconvosco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS CATÓLICOS ROMANOS VÃO SER SALVOS?

Mensagem por Fco Oliveira em Seg Jun 20, 2011 5:27 pm

O AMADO IRMÃO ESTÁ FALANDO DE UM DEUS, MAIS DIANTE DA MITOLOGIA GREGA ROMANA EXISTE MILHARES DE DEUSES, QUAL DELES O AMADO ESTÁ SE REFERINDO? PORQUE? AQUI NESTE FORUM, NÓS SÓ CONHECEMOS UM DEUS, QUE É O DEUS DO JUDAISMO E ESTE DEUS O AMADO NÃO O CONHECE!

REETERO O QUE DISSE, EXIJO DO IRMÃO QUE SEJA SINCERO COM OS MEUS LEITORES, QUAL É O DEUS QUE VOCÊ SERVE?
RE-

NA SUA RELIGIÃO, A VENERAÇÃO AO SANTO PAPA É LOUVADA, VOCÊ JÁ DISSE ISTO, QUANTO AO MESSIAS QUE A ICAR CRIOU, O AMADO DESCONHECE ESTES FATOS; O CRISTO REDENTOR DA ICAR NÃO CRIOU A ICAR, FOI ELA QUEM O CRIOU/INVENTOU ESTE FLASO MESSIAS.

PORQUE? A ICAR É DO III SÉCULO D.C E O JESUS CRISTO SÓ TEM 292 ANOS DE EXISTENCIA, ENTÃO FOI A ICAR QUEM O CRIOU E NÃO ELE QUE CRIOU A ICAR. E AI MEU AMADO, ONDE ESTÁ A VERDADE?

Essa sua declaração:
Como ja o disse, para analisar o Papa, deve-se ter em conta a vida do apostolo Pedro.
O Papa não representa Jesus, mas sim Pedro.
Não procede, não existe verdade nessa sua declaração, o amado continua mentindo, tenho os documentos do canons sagrado do Vaticando que provam que o papa é o Senhor Jesus em pessoa aqui na terra e nada de Pedro, exijo do amado irmão que fale a verdade, pois aqui nós somos servo do pai da Verdade e não do pai da mentira.

Fco Oliveira
Admin

Mensagens : 1354
Reputação : -1
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 54
Localização : Catanduva São Paulo

http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS CATÓLICOS ROMANOS VÃO SER SALVOS?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 4:40 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum