Gideões da CCB Livre de Religião.
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Agosto 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 1257 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de sendovisto

Os nossos membros postaram um total de 1741 mensagens em 564 assuntos
Anuncios

    Não há anúncios disponíveis.


    Testemunho: Como Combater aos Enganos da Bíblia!

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

    Testemunho: Como Combater aos Enganos da Bíblia!

    Mensagem por consciência em Seg Abr 16, 2012 9:32 am



    Paz! para todos.

    Em resumo de toda a minha história participativa com a religião, venho no propósito de combater o engano, contar-lhes porque não sigo mas as religiões.


    Já fui católico, desde a minha infância até a adolescência.
    E nessa época, influenciado pela crença da minha família, eu ia quase todos os domingos participar das missas.

    Eu professava minha crença católica mais sem saber o que eu realmente estava fazendo e, porque estava eu como membro da "igreja católica" e algumas outras pessoas como vizinhos e amigos, membros de outras igrejas de diferente atitude umas das outras.

    Depois de algum tempo, certo dia eu tive que ser internado no hospital Público da Cidade em que eu morava, pois eu estava sentindo um cansaço muito forte... Por isso tive que ser internado.

    E lá no hospital uma cozinheira "evangélica" veio até mim me falando sobre "Jesus" e, sobre a necessidade que eu tinha de crer nele para "livrar minha alma da condenação e destruição que estava por vir a todo o mundo".

    Então por falta de conhecimento do que estava escrito na bíblia, eu acabei aceitando, ou seja, renunciei a crença católica.

    Eu não posso deixar de admitir que isso me foi uma oportunidade para que eu pudesse compreender melhor, o porque de toda a divisão, que eu observava as pessoas fazerem em relação ao que elas entendiam nas escrituras da bíblia.

    Fui batizado na "igreja batista".

    E em todo o tempo que eu dediquei àquela denominação, pôde observar que os cristãos não viviam unidos, mais sim, em contradições uns com os outros... Por isso entendi a tal divisão.

    Rejeitam suas vidas para viverem ao bel prazer dos seus líderes, vivendo a vida dos seus líderes e não a sua própria vida; vivendo sendo assim, seguindo o engano dos homens.

    Contudo, sem dar o devido valor a determinados ensinamentos bíblicos que alguns denominam como “ética cristã”, pode se observar que os cristãos não honram os escritos de sua bíblia: (João – 17. 21 a 23) (Atos – 2. 42 a 47) (I Coríntios. 12. 20 a 26 e13. 4 a 7) (Gálatas – 5. 22,26) (I Tessalonicenses – 5. 14 e 15) (Hebreus – 10. 24 e 25) (Tiago – 1. 22 a 27 / 3. 13 a 18 / 4. 11 e 12 / 5. 9) (I Pedro – 1. 22 / 3. 8 e 9 / 4. Cool (I João – 3. 10, 14, 15, 18 / 4. 7, 8, 11, 12, 20, 21).

    No termino dos cultos me sentia escandalizado com a atitude do grupo do louvor em debate uns com os outros, por conta de meros erros cometidos nas letras das musicas e nos toques dos instrumentos.

    Ora, todos nós temos a possibilidade de errar... Nem sempre erramos por que queremos errar... É natural. Também me sentia constrangido ao ver todos no templo dando as mãos uns aos outros com atitude aparentemente amigável e, lá fora, falando mal uns dos outros;

    De forma que até os pastores apoiavam alguns nesse erro, pois falava mal de alguns membros de sua própria igreja e dos de outras igrejas também.
    Não havendo mais entusiasmo algum para continuar como membro daquela igreja, eu deixei de freqüentar ela, que dizia ser: disciplinada no amor.

    Então, fui de mudança para outra cidade.

    E certo dia em uma feira pública, eu recebi um convite para participar de um culto na "Congregação Cristã no Brasil"-CCB.

    Então a partir daquele dia, fui freqüentemente aos cultos daquela denomi-nação e, procurava não dar ouvidos a tudo o que eles falavam contra as outras igrejas; na verdade eu não pude evitar estar ali...

    Eu queria entender mais e mais o pensamento deles. 12 anos eu freqüentei essa tal igreja, que os seus membros, que fielmente a “idolatram" dizem ser: "O caminho verdadeiro que leva o homem ao céu".

    Não foram poucos os pregadores da "CCB" que eu ouvi afirmarem em suas pregações, que a "Congregação Cristã no Brasil" é (o verdadeiro caminho para o homem chegar até Deus). Mais eu dizia: ora, porventura não está escrito, Disse Jesus: Eu sou o caminho e a verdade e a vida?

    E como eles podem afirmar que a "CCB" é o verdadeiro caminho para levar o homem até Deus? Ah! Eu sei... É porque eles dizem que só lá na CCB a verdadeira doutrina da bíblia é praticada.

    E é por esse motivo que ela desconsidera as outras igrejas, julgando-se melhor que as outras, mais de igual modo as outras “vivendo em contradição com relação ao verdadeiro modo de amar”.

    Daí começou a minha verdadeira busca pela verdade que, foi possuindo a minha vida dia após dia. Eu estava totalmente escandalizado por ver Católicos aborrecendo os evangélicos e os evangélicos aborrecendo os Católicos e, os de outras determinadas religiões também.

    Comecei então a enxergar como absurdamente eu segui o erro "a vontade do homem e não a de Deus". E que isso me custou, o tempo precioso da minha vida. Dediquei-me aos ensinamentos dos homens que se recusam a enxergar a verdade e são "enganadores por sentirem prazer no engano".

    Todas as pregações que eu ouvia os homens fazerem nas denominações que eu freqüentei, todos os seus ensinamentos, todas as formas que àquelas pessoas julgavam o mundo, o povo em geral etc.

    Tudo isso Me fez enxergar que eles tinham prazer na “balança enganadora”, pois não havia e não há verdade em tudo aquilo, não há amor em tudo aquilo. Pois todos eles têm prazer de se dividirem construindo templos para satisfazer o seu próprio e inútil prazer na divisão, na intriga, nas porfias que geram inveja e ganância pelo elogio, pelo dinheiro, pelo poder.

    Por esses motivos e outras coisas mais, eu não sou mais membro participativo dessas denominações divisoras que desprezam “a união tolerante e paciente para com todas as pessoas retendo-se com amor”:
    é isso que dá sentido a vida- a liberdade de viver a sua própria vida!.



    Eles só se aproximam das pessoas (os homens do Ministério das igrejas), por interesse próprio e para alimentarem as pessoas com seu prazer nos enganos bíblicos.
    Minha intenção sempre foi como sempre vai ser buscar a verdade e me alimentar por ela.

    Por tanto quero deixar bem claro que tudo isso, que eu estou relatando neste texto e em outros textos, que eu vier a publicar nesse site, não será jamais com a intenção de diminuir a alguém ou me fazer melhor que os outros.

    Tudo o que eu estou escrevendo é em relação ao comportamento indiferente entre as pessoas que dizem estar vivendo no amor, e não estão, pois as suas atitudes demonstram o contrario do amor.


    Tudo que eu mencionei no texto foi o que as próprias pessoas em suas igrejas me fizeram ver, em suas atitudes. Na verdade para mim uma pessoa agir mal com outra pessoa, é insinuar que uma pessoa cometeu um erro sem o ter cometido... Isso seria no caso uma calunia.

    Portanto eu escrevi no texto o que eu vi as pessoas fazerem e não o que elas não o fizeram. E se eu julguei algo estar errado, julguei pelo que a verdade nos mostra que é verdadeiro.

    Eu me afastei das crenças religiosas por que causam divisão... Já nos diz um velho ditado popular: “me mostra com quem tu andas e eu te direi quem tu és”. Eu não quero seguir com as pessoas que acham que a separação entre os irmãos é uma atitude conveniente.

    Falta-lhes mesmo, ver o que está escrito em suas bíblias, que nos servi como conselho para viver o amor, que nos diz: “Aquele que diz que está na luz, e aborrece o seu irmão, até agora está em trevas”.

    “Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo”.
    “Mas aquele que aborrece o seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe segaram os olhos”. (I João – 2; 9,10 e 11).


    Se por exemplo, em uma cidade de 15 mil habitantes há 10 templos religiosos, um dos Católicos e os demais dos evangélicos... Isso por ventura não serve no mínimo, sem sobras de dúvida, de contradição a I João 2; 9,10 e 11 entre estes dez grupos crentes na bíblia? Sendo crentes numa mesma pessoa “Jesus” vivem divididos.

    Se não adoram ao seu Senhor unidos em um só templo que significa união cristã, como podem dizer que não vivem em contradição uns com os outros? Se estiverem divididos não estão unidos, se não se unem, não se amam, se não se amam há então escândalos, aborrecimentos, contradições, porfias, inveja de uns para com os outros, inimizades e, com tudo isso “trevas”.

    “Se esse povo conhecesse o amor, saberiam que o homem sendo tão pequena criatura diante de Deus, que não aceita jamais que os seus filhos vivam em contradição uns com os outros.

    Muito mais Deus sendo o próprio amor, jamais apoiará que os seus filhos vivam em inimizade uns com os outros, por causa de uns terem algo mais que os outros, em termos de capacidade em raciocínio, espiritualidade, fé, obediência etc.”


    “Aquele que é alimentado pela sabedoria divina, jamais se deixa enganar; Pois sabe discernir onde o verdadeiro amor está”.
    “A luz divina que o guia não o deixa tropeçar, pois ela lhe apaga todas as trevas que o mal tentar lhe lançar”.


    “Que o amor divino que faz surgir todas as coisas e dá sustento a todas elas; que rege e sustenta todo o universo, ilumine a todos nós e nos livre daqueles que têm prazer no engano”!

    consciência

    Mensagens : 2
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 10/04/2012

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: Testemunho: Como Combater aos Enganos da Bíblia!

    Mensagem por Fco Oliveira em Seg Abr 16, 2012 2:49 pm


    Marcha da Liberdade contra a Escravidão Religiosa do mundo cristão e judaico!
    Liberdade para as pessoas viverem as suas vidas Livre desta escravidão religiosa que os Líderes denominacionais impuseram nas pessoas por causa do dinheiro.

    Nobres irmãos a paz esteja convosco e em vossos carações, caro irmão (ã) eu vi muita franquesa nas tuas palavras e isto caracteriza uma verdade absoluta, amém amados?!!?


    Realmente estes relatos seus, é uma fração verídica do que se ver dentro destas denominações cristãs, judaica, Islâmicos etc. Para a nossa Libertação ser total, devemos ter em mente o seguinte: o conteúdo da bíblia é uma fraude!

    Tudo que está escrito na bíblia, não existe um Deus nem no Céu ou na terra, que se responsabilize pelo o seu total cumprimento; existe muitos conselhos válidos, sim existe, mas conselhos todos nós damos de graças todos os dias.

    Agora por causa de meia dúzia de conselhos bons, vamos viver escravo deste sistema a vida toda? De modo nenhum! O cristianismo está provado que é uma fraude, as Nações Unidas já derrubaram este falso Cristo desde de 2.005, só não foi imposto por Lei, mas o falso Cristo do cristianismo já caiu, já era.

    O próprio papa Bento XVI afirmou isto no seu Livro, quando disse que: a "Ressurreição de Jesus Cristo não aconteceu como está escrito na bíblia" palavra do Vaticano; assim sendo, os Evangélicos e Católicos estão servindo a um mito.

    O Mashiach do judaísmo messianico é outra fraude! O tal Mashiach Yeshua/Yahshuah/Yahushua é um Messias/Mashiach solar da era de peixe; todos os rabinos anti-mashiach são unânimes em dizer que o verdadeiro Mashiach prometido no tana'ch ainda não veio.

    Quanto ao islamismo e os muçulmanos estão adorando na contra mão do Verdadeiro Deus e contra o "Amor" descrito na torah/bíblia que você especificou com muita clareza.



    Como eu sempre tenho dito aos meus leitores: a liberdade desta escravidão religiosa, é a coisa mais sublime do mundo, só quem está livre como nós, pode testemunhar este evento com clareza. Deus o Eterno seja louvado.


    Última edição por Gideão da CCB Livre em Sab Dez 01, 2012 6:54 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1360
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 55
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: Testemunho: Como Combater aos Enganos da Bíblia!

    Mensagem por consciência em Qui Abr 19, 2012 8:37 pm

    Ir. Admim, paz seja contigo!

    Sou muito agradecido por você ter me enviado esse relatório, como resposta ao que eu testifiquei da minha ex-relação com a religião.
    Esse relatório que você me postou nada mais é do que a verdade, verdade que as pessoas precisam conhecer para se libertarem das religiões que só causam divisão e enganos em todo o mundo.

    Paz seja contigo, Ir. Admim.

    consciência

    Mensagens : 2
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 10/04/2012

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: Testemunho: Como Combater aos Enganos da Bíblia!

    Mensagem por Fco Oliveira em Sab Dez 01, 2012 7:15 pm

    Amém meu caro irmão! Só para finalizarmos este assunto com chave de ouro, quando algum crente, Católico, judeu, muçulmano ou de qualquer seguimento religioso vier te aliciar para que você se converta ao evangelho deste falso Deus-Cristo, faça a seguinte pergunta a ele:

    Você sabe pelo menos quem é você? Responda a si mesmo: quem sou eu? Se ele te responder, ok, você encontrou o cara certo que vai te ensinar o caminho da vida; mas se ele não souber, saiba que ele é mais um escravo do Deus-Sistema Denominacional Religioso Maçônico do mundo!

    Por que? Esta pergunta desmonta qualquer governo, qualquer reino e todas as religiões do mundo! Vejam bem, se o homem não sabe nem quem ele é, como saber adorar um SER Deus que nos deu a vida? Impossível!

    Vejam a resposta do maior filósofo do mundo:

    "Não sei quem sou, que alma tenho.
    Quando falo com sinceridade não sei com que sinceridade falo.
    Sou variamente outro do que um eu que não sei se existe (se é esses outros)...

    Sinto crenças que não tenho.
    Enlevam-me ânsias que repudio.
    A minha perpétua atenção sobre mim perpetuamente me ponta
    traições de alma a um carácter que talvez eu não tenha,
    nem ela julga que eu tenho.

    Sinto-me múltiplo (só sei que sou filho, sou neto, sou pai, sou irmão, sou tio, sou avô, sou um homem- mundo que não sei de onde vim e nem para onde vou; quem eu sou? Sou o "tempo" que tenho tudo e ao mesmo instante não tenho nada! Pois nu nasci e de mãos vazias vou voltar pro silêncio de onde vim).

    Sou como um quarto com inúmeros espelhos fantásticos
    que torcem para reflexões falsas
    uma única anterior realidade que não está em nenhuma e está em todas.
    Como o panteísta se sente árvore (?) e até a flor,
    eu sinto-me vários seres.

    Sinto-me viver vidas alheias, em mim, incompletamente,
    como se o meu ser participasse de todos os homens,
    incompletamente de cada (?),
    por uma suma de não-eus sintetizados num eu postiço."

    Fonte: filósofo Português Fernando Pessoa e com acréscimo em marrom do Gideão da CCB-Livre"
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1360
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 55
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: Testemunho: Como Combater aos Enganos da Bíblia!

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Conteúdo patrocinado


    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum