Gideões da CCB Livre de Religião.
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Maio 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 1251 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de jucimar

Os nossos membros postaram um total de 1728 mensagens em 556 assuntos
Anuncios

    Não há anúncios disponíveis.


    O Ministério da Congregação dos Homens Livres da Escravidão Religiosa!

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

    O Ministério da Congregação dos Homens Livres da Escravidão Religiosa!

    Mensagem por Fco Oliveira em Dom Maio 15, 2011 3:22 pm



    O TETRAGRAMA É י ה ו ה (Yud, Hê, Wav e Hê) que é lido literalmente Yahuh ou Yhuh!

    O Ministério da Congregação dos Filhos de Deus Livres, que estão pregando que o MASHIACH AINDA NÃO VEIO! Têm como líderes:

    NA ESCALA PRIORITÁRIA:
    O ancião local e regional, o cooperador que vai substituir o ancião na sua ausência, para atender os cultos, o cooperador de jovens e menores para cuidar das nossas crianças e mocidade, o diácono para cuidar dos pobres, viúvas, órfãs e velhinhos e conduzir recursos a estes irmãos, os porteiros e as irmãs que vão atender também nas portas que cuidaram das portas da congregação.

    SALÁRIO DO MINISTÉRIO:
    O salário do ministério é a vida eterna no Reino de Yahuh nosso Deus, nenhum ancião ou cooperador deve cobrar por atender a obra de salvação das almas, todos seremos voluntários, sem cobrar nada da irmandade para tal serviço.

    QUANTO AO DÍZIMO:
    O Dízimo não será cobrado da irmandade, será solicitado as coletas voluntárias da irmandade, para manutenção das casas de orações que serão necessárias, as coletas para a obra da piedade para que os diáconos cumpra sua missão, coletas para viagens dos irmãos do ministérios para o atendimento da obra;

    Coletas de construções: estas serão especiais, os irmãos do ministério não deve colocar sobre a irmandade muito peso sobre dinheiro para construir prédios luxuosos, onde só servem para julgo pesado sobre a igreja; deve ser conversado junto com a igreja, se tiver interesse de todos, construir uma casa de oração simples ventilada é o suficiente.

    AS COLETAS:
    As coletas serão feitas através de envelopes, especificado cada necessidade, como: construção, piedade, manutenção, viagem e outras.

    Sempre será entregue ao porteiro ou nas caixas coletoras de envelopes e depois conferido por dois ou mais irmãos do ministério, como o diácono e o porteiro, o cooperador e o porteiro, mais nunca sozinho, para evitar escândalos e corrupção no meio do povo santo.

    Mas tudo isto que foi dito aqui, SERIA VÁLIDO ou POSSÍVEL, SE houvesse verdade na bíblia e que a Religião fosse uma ordenança divina; mas como está provado que a bíblia "não é a palavra de Deus", nada disto vale alguma coisa diante do Eterno Deus que nos criou livre desta escravidão religiosa, amém irmãos!


    Última edição por Fco Oliveira em Qui Out 15, 2015 4:42 pm, editado 7 vez(es)
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1360
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 54
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: O Ministério da Congregação dos Homens Livres da Escravidão Religiosa!

    Mensagem por Fco Oliveira em Sab Jul 09, 2011 2:52 pm

    Nobres irmãos a paz esteja convoscos, diantes dos fatos históricos recem revelados, está provado que o nosso planeta ainda não recebeu o tão esperado Messias!

    Que todos os 16 Messias que se auto proclamaram ser o enviado por Deus ou o filho de Deus, não passam de impostores; pois, nenhum deles cumpriram as profecias citadas no tana'ch.

    A pergunta de um milhão de dólares é:
    - quem profetizou que o Mashiach viria de duas etapas (primeira vinda sem cumprir as profecias e na segunda vinda cumprir todas as profecias)? Re- em nenhum dos profetas, encontramos algo parecido ou que pelo menos nos leve a crer nesta possibiliadade.

    - Ou quem profetizou que o Messias poderia vir sem cumprir nenhuma das profecias citada no tana'ch? Re- nenhum profeta falou algo sobre ou parecido.

    Pois, foram analizados todas as profecias do tana'ch e os supostos messias: Yeshua, Yehôshua, Yahushua, Yahoshua, Yaheshua, Yoshua, Yahshua, Jesus Cristos que é uma só pessoas, não cumpriu nenhuma das profecias citada no tana'ch.

    O que está acontecendo, é, que estes moviemntos do MNS (Movimento do Nome Sagrado), estão dando NOMES HEBRAICOS a um ídolo pagão, Jesus Cristo; essa ação não muda o AVATAR que ele é! Dá um Nome hebraico a um Deus pagão, não muda o maldito que ele é!

    Se Jesus Cristo é um maldito ídolo pagão, um messias solar inventado pelos os homens e um ídolos pagão, Yeshua, Yashua, Yahushua, Yehôshua, é o mesmo ídolo pagão, só que, com nomes hebraicos; se Yeshua, Yahushua existe, tem que haver um outro evangelho, porque os 4 evangelhos desta bíblia não servem.

    Confiram vocês mesmo os documentos históricos e as profecias:

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com/t287-porque-jesus-nao-pode-ser-o-messias-prometido-por-deus-aos-judeus

    Assista estes 3 videos e conheça a bíblia que nos fizeram acreditar ser ela a palavra de Deus, a bíblia é um livro astrológico:

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com/t288-a-bblia-dos-catolicos-e-protestantes-e-um-livro-de-astrologia

    A NOSSA ÚNICA SOLUÇÃO HOJE É ESPERAR O VERDADEIRO MESSIAS QUE AINDA VAI VIR, ISTO SE OS RABINOS INTERPRETARAM CERTO AS PROFECIAS! QUE PELO O VISTO, FORAM MAL INTERPRETADAS, POIS JÁ SE PASSARAM MUITOS ANOS E ESTE MESSIAS PROMETIDO AINDA NÃO VEIO.

    MEUS AMIGOS, FUJAM DE TODAS AS DENOMINAÇÕES RELIGIOSAS, ELAS ESTÃO ENGANANDO VOCÊS E ROUBANDO OS VOSSOS DINHEIROS, VENDENDO MORADA NO CÉU, SEM EXISTIR, TENHO PROVAS IRREFUTAVEIS, QUE O MESSIAS QUE EXISTE HOJE NO MUNDO É UM AVATAR.

    AVATAR= é um homem nascido de uma virgem, concebido por um espírito, que ninguem sabe de quem! Só se sabe que de Deus não é! A prova está em Mateus 10;1 as palavras do messias tem que ser ordem vinda direta de Deus, nenhum demônio deve resistir;

    Agora confiram em Mateus 17;16 os demônios deram risada na cara dos discípulos de Yeshua ou Jesus que são a mesmo pessoa, então Yashua/Jesus não é o Filho de Deus, que tem a palavra de Deus, quem tem sabedoria ouve a voz da verdade, amém!
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1360
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 54
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: O Ministério da Congregação dos Homens Livres da Escravidão Religiosa!

    Mensagem por Armando Paxeco Furtado em Qua Jan 11, 2012 9:12 am

    Eis algumas razões do porquê a acusação de que:
    1) Jerônimo alterou as Escrituras e;
    2) introduziu arbitrariamente o nome Jesus, é falsa:

    1. É bom saber que antes de Jerônimo fazer a sua tradução para o latim conhecida como "Vulgata" (vulgar) com o sentido de ser "algo comum, corriqueiro ao povo", já existiam outras traduções feitas do grego para o latim. Bem antes do século II, já circulava no norte da África e na Europa, uma tradução do Antigo Testamento feita a partir da versão Septuaginta (grega) para o latim, conhecida como "Antiga Latina".

    Em se tratando do Novo Testamento, existiam três textos diferentes da Antiga Vulgata que os cristãos usavam. O texto africano [códice Bobiense (k)] usado por Tertuliano e Cipriano; o texto europeu [códice Vercelense (a) e códice Veronense (b)],usado por Ireneu e Novaciano e o texto itálico usado por Agostinho, se bem que o último é considerado mais uma referência à vulgata de Jerônimo, restando então dois textos diferentes da Antiga Vulgata para o Novo Testamento. Portanto, o nome do Salvador em sua forma latina (Jesus), já estava em circulação bem antes de Jerônimo fazer sua tradução. Só este fato já basta para desmascarar essa falsa acusação de que Jerônimo introduziu um suposto nome pagão na Bíblia.

    2. O que na verdade Jerônimo fez, e isto já explicamos em tópicos anteriores e tornaremos explicar aqui, foi apenas uma transliteração natural de uma língua para outra (no caso do AT), à semelhança do que foi feito com muitas outras palavras. Já o Novo Testamento foi usado versões latinas e gregas para sua revisão.

    3. O Antigo Testamento da Vulgata Latina foi feito diretamente do original hebraico com exceção dos Salmos. Para isso Jerônimo se recolheu em Antioquia e posteriormente num monastério em Belém onde aprendeu hebraico com rabinos Judeus. É óbvio que se Jerônimo estivesse usando de má fé, nunca ele iria se dar ao trabalho de viajar até Israel e aprender hebraico (uma das línguas mais difíceis do oriente) para fazer algumas simples "falsificações" como, por exemplo, supostamente mudar o nome do Messias de Yehôshuah para Jesus! Ele não precisaria disso! Bastaria ficar em Roma e alterar os textos. Todo esse esforço não faz sentido. Não se encaixa na história mal contada dos adeptos do nome Yehôshuah.

    4. A razão de uma nova versão, não era para introduzir erros, falsificações, adições ou omissões nas Escrituras. Pelo contrário, Dâmaso queria justamente corrigir todas estas coisas. É que na época existiam várias traduções livres da Septuaginta para o latim, por vezes tais traduções deixavam muito a desejar. Damaso queria uma versão pura. Este foi o intento de Jerônimo: produzir uma versão o mais próximo possível dos originais, que desse segurança para a Igreja e corrigisse as muitas cópias "amadoras", feita às pressas, por pessoas semi-profissionais que davam margem a erros doutrinários.

    5. Outra razão para isso também era as muitas heresias que estava se infiltrando na igreja. Cada grupo herético baseava suas falsas doutrinas em traduções falsificadas e cânones espúrios, tais como: os marcionitas, maniqueus, montanitas e arianos. Uma versão oficial das Escrituras era necessária naquelas circunstâncias.

    6. Quando alguns oponentes de Jerônimo descobriram que ele havia feito uma tradução diretamente do original hebraico, acusaram-no de judaizar (introduzir costumes e doutrinas judias entre os cristãos). Isso porque, todas as demais autoridades eclesiásticas importantes da época acreditavam que a tradução teria de ser feita diretamente da Septuaginta, a Bíblia que os apóstolos usaram. Acreditavam que ela era tão inspirada quanto os originais hebraicos do AT. Entre estes críticos ferozes estava Santo Agostinho, bispo de Hipona que defendia esta idéia.

    Por isso é que encontramos nesta carta, trechos onde Jerônimo se queixa a Dâmaso:

    Pois qual será o douto - ou igualmente o indouto - que, havendo tomado nas mãos o volume e percebido que o que aí vai lendo é de sabor diferente daquele a que uma vez se habituou para sempre, não há de prorromper em imediato protesto, gritando que eu, falsário, sou um sacrílego cuja ousadia chega a ponto de em livros tradicionais fazer acréscimos, mudanças, correções!?

    Este lamento de Jerônimo tem razão no fato de que muitos não queriam corrigir o texto latino das Escrituras existente. Um nova tradução seria considerada uma perversão. Daí a censura de Jerônimo: Como compensação à acrimônia (aspereza) que assim me atinge, dois motivos tenho de consolo: por um lado, que a ordem de execução (desse trabalho) vem de ti, que és o sumo sacerdote, e, por outro, que são os próprios maldizentes a dar testemunho confirmatório de que aquilo que varia não é verdadeiro. Pois se é ao teor dos textos latinos que se deve prestar fé, digam-nos então a qual deles: são tantos quantos os próprios códices! Se ao contrário é para procurar a verdade (eruindo-a da comparação) de mais exemplares, então por que não remontamos ao original grego e corrigimos aquilo que (no latim) foi em má forma posto em circulação por tradutores sem correção ou "emendado" para pior por palpiteiros incompetentes ou aditado ou trocado por copistas sonolentos?

    Perceba que Jerônimo neste desabafo nos mostra duas coisas: Primeira, que a acusação contra ele de falsificar o texto era procedente de uma tradição em permanecer com os antigos textos latinos e por também ter traduzido o texto do AT direto do original e não da Septuaginta como eram as traduções da Antiga Latina.

    Segundo, a menção de que somente o original grego era o mais adequado para se chegar a verdade rui por terra outra falsificação levantada pelos adeptos deste movimento, a saber, de que o Novo Testamento foi escrito em hebraico e não em grego. E também porque ele sabia que os manuscritos gregos traziam Iesous perfeitamente traduzido em latim por Iesu e não Yehôshuah como quer este movimento.

    Isto posto, concluí-mos que a acusação de que Jerônimo falsificou a Bíblia Sagrada para introduzir o nome Jesus está perfeitamente respondida nos tópicos acima, ou seja, as acusações que Jerônimo se reporta na carta não tem nada a ver com a suposta mudança do nome do Messias mas com a sua tradução em si. Na verdade, Jerônimo, acusa de falsificação outros como Luciano e Hesíquio que mecharam e modificaram os textos bíblicos.

    Quanto aos defensores do nome Yehoshuah, pedimos a eles que não mais deturpem os relatos históricos em causa própria, pois além de não ser nada ético, reflete incompetência exegética em história.

    Armando Paxeco Furtado

    Mensagens : 3
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 09/01/2012

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: O Ministério da Congregação dos Homens Livres da Escravidão Religiosa!

    Mensagem por Fco Oliveira em Dom Jan 15, 2012 9:10 am

    Caro amigo AH, o seu depoimento é de grande valia sim, se o amigo tiver em mãos a matéria completa, com endereço, por favor me envie ou copie ela no forum, mais como novo tópico;

    Como fazer? É só você clicar nesta palavra NEWTOPIC escrito em vermelho, que abre uma janela, onde você pode copiar o seu próprio tópico.

    Não esqueça de colocar um título, como:

    "As contradições sobre Jerônimos" ou "as mentiras sobre as adulterações da bíblia" etc.
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1360
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 54
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: O Ministério da Congregação dos Homens Livres da Escravidão Religiosa!

    Mensagem por Aristides P. Silva Filho em Qui Ago 20, 2015 12:55 pm

    Amei! Sou novo por aqui, mas, já sou um adepto vigoroso. Quero saber mais e muito mais sobre tudo. Tomara que aqui em minha cidade eu tenha um grupo em que eu possa estudar juntos. 
    Aristides de Volta Redonda/RJ

    Aristides P. Silva Filho

    Mensagens : 1
    Reputação : 10
    Data de inscrição : 20/08/2015

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: O Ministério da Congregação dos Homens Livres da Escravidão Religiosa!

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Conteúdo patrocinado


    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum