Gideões da CCB Livre de Religião.
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Outubro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 1265 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Isaías Oliveira

Os nossos membros postaram um total de 1749 mensagens em 570 assuntos
Anuncios

    Não há anúncios disponíveis.


    O DIVÓCIO E A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL!

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

    O DIVÓCIO E A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL!

    Mensagem por Fco Oliveira em Sab Jan 22, 2011 5:20 pm



    O DIVÓCIO NA CCB É UM CRIME CONTRA A LEI DIVINA DO CASAMENTO, ORDENADO PELO O SALVADOR DO MUNDO, NOSSO PRÍNCIPE YAHUSHUA HA-MASHIACH, PORQUE? O MANDAMENTO É: O QUE AJUTOU DEUS NÃO SEPARE O HOMEM!

    Meus caros irmãos, conhecendo agora os fatos das palavras sobre o divócio, sinto muito em dizer isto, mais é o mandamento da lei do casamento divino, a irmã que se divorciar, que fique sem casar, não importa o que o seu esposo fez ou deixou de fazer no seu casamento, o mandamento é não se separar, vejam a ordem divina:

    Todavia, aos casados mando, não eu mas o Salvador Yahushua, que a mulher não se aparte do marido. Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.

    Tem alguma chance de uma reconciliação? Faça-a na humildade do teu coração de crente, se já não tem mais chance da reconciliação, porque ele já casou com outra ou qualquer outro impecílio; o amndamento é a irmã ficar sem se casar!

    Muitos irmãos usam esta estratégia do ensinamento da CCB sobre o pecado de morte, mais é um crime contra a lei do casamento este tópico de ensinamento da CCB, vejam o porque: na palavra do Messias não deu nenhuma chance da mulher separa do seu marido, porque?

    Mat. 19;6 Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem. Esse é o mandamento da lei divina do casamento, nenhuma denominação tem poder de mudar isto aqui, certo?

    Mat. 19;7 Disseram-lhe eles: Então, por que mandou Moisés dar-lhe carta de divórcio, e repudiá-la? Respondeu Yahushua: Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas ao princípio não foi assim. A lei continua, o que Deus ajuntou, não separe o homem!

    Agora vejam a determinação final da lei divina do casamento ordenado pelo o Salvador Yahushua:
    Mat. 19; 9 Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério.

    Na lei divina do casamento não existe mandamento para divorciar da esposa e nem o esposo da esposa, foi aberto um elo para ele, mais somente para ele; sentenciando ela ao sofrimento eterno da separação, vemos aqui uma visão machista até, de que somente ele tem direito a este beneficio;

    No conteúdo desta lei, não existe divorcio para ela e nem para ele, ambos se juntaram perante o Eterno, estão juntos até que a morte os seperem! Ah! Mais a doutrina da igreja CCB dá livre direito à irmã se casar, se o seu esposo adulterou... Errado! Quem é o ministério da CCB para revolgar uma lei divina dita pelo o próprio Salvador do mundo? Nada, simplesmente nada!

    Eu já fiz várias pesquisas sobre separação de crentes na bíblia, se formos honrarmos a lei do casamento divino instituido por Deus o Eterno Criador que está registrado na palavra Dele, a mulher não pode se separar do seu esposo nem que ele seja um adúltero; e nem ele separar dela nem que ela tenha pulado a janela.

    Eu ja debati com anciãos sobre o tópico de ensinamento da convenção de 1.936 sobre o pecado de morte e todos concordaram com o meu depoimento, segundo o que está escrito, não deve existir divócio para os crentes; quem entrar por este caminho peca contra a lei divina do casamento!

    Peca em vários sentidos, porque o pecado do divócio não é somente o adultério, tem vários fatores como: os filhos, as percas de moradias e o sofrimento psicológico que o homem vai colocar sobre os ombros da mulher, que ninguém ver na hora da separação.

    Mais aos olhos do Eterno, tudo isto é pesado na balança, não venham me dizer que um salário mínimo chorado que o marido dá para a mulher paga o sofrimento dela criar sosinho o filho dele, que não paga, Deus é justo irmãos.

    Nem se ele deixar ela na casa com todo o conforto que eles tínham antes da separação, mesmo assim, ainda vai faltar a presença dele na casa, na vida dos filhos, os pais irmãos são insubstituiveis e só valem os dois juntos.

    Ah! Mais ela não tem filho! Ok! É um caso raro, mais deve ser levado em conta a lei divina do casamento e não a vontado dele ou dela ou de qualquer denominação religiosa; a lei é perpétua, não muda, amém!

    Que o Eterno Deus Yahuh dê muita luz e sabedoria para cada caso e vos guie em Nome de Yahushua Ha-Mashiach para que os irmãos não venham a sofrer as penalidades da lei no dia do juízo. Yahuh seja louvado.
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1363
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 55
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: O DIVÓCIO E A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL!

    Mensagem por Fco Oliveira em Sab Jan 22, 2011 6:06 pm

    CONVENÇÃO DE 1.936- INFIDELIDADE MATRIMONIAL: QUE FERE A CONSTITUIÇÃO FEDERATIVA DO BRASIL E OS DIREITOS HUMANOS! Extraído do site www.jurista-ccb.com.br/test/ do forum de debates dos membros da CCB.

    Se alguns dos cônjuges se tornarem-se infieis ao matrimonio, deixa-se a decisão do caso a criterio da parte ofendida, pois a lei de nosso país permite divócio a vínculo, que somente neste caso Deus permite o divócio. Mateus 19;9; O PECADOR SERÁ EXCLUIDO DA COMUNHÃO DOS FIEIS.

    OS CINCO ERROS CRUCIAL DA CCB E O DIVÓCIO:

    1- Se alguns dos cônjuges se tornarem infieis ao matrimonio, deixa-se a decisão do caso a criterio da parte ofendida: primeiro erro da CCB, cadê a aplicação da lei do casamento, o que ajuntou Deus não separe o homem? Despresado, infringida; nenhuma mulher ou homem tem poder de mudar a lei de Deus que é perpétua.

    2- pois a lei de nosso país permite divócio a vínculo:segundo erro da CCB a lei civil do Brasil permite divócio a ambos, mais não a Lei divina do Eterno Criador, certo? O ministério errou feio em desqualificar a lei divina por causa das leis dos homens.

    3- que somente neste caso Deus permite o divócio: terceiro erro crítico da CCB, essa afirmação é satanica e criminosa, pois, em nenhum lugar da palavra de Deus encontramos um mandamento contradizendo a lei divina do casamento de Mat. 19;6 Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem. Esse é o mandamento da lei divina do casamento, nenhuma denominação tem poder de mudar isto aqui.

    4- Mateus 19;9; O PECADOR SERÁ EXCLUIDO DA COMUNHÃO DOS FIEIS: o quarto erro crítico da CCB foi citar este endereço, mais lendo o conteúdo não existe divócio para os crentes, foi aberto um elo ao homem, mais nunca para a mulher, vejam:

    Mat. 19; 9 Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério. Somente para o homem que foi traido e não para ambos ou a parte ofendida como resa o tópico de ensinamento criminoso da CCB.

    5- O PECADOR SERÁ EXCLUIDO DA COMUNHÃO DOS FIEIS: este aqui foi outro crime monstruoso que este ministério cometeu contra a vida humana na terra, excluir almas da comunhão da igreja é crime imperduavel! Nem mesmo os discípulos fizeram isto com aquele moço que se deitava e fasia sexo com a sua mãe; ele foi entregue ao sofrimento para que a sua alma fosse salva no último dia, mais não lhe negaram a comunhão da igreja.

    A mulher e o homem crente não deve se divóciar, não queiram infrigir as leis divinas do Todo Poderoso Yahuh dos Exércitos que é zeloso em tudo que prega, se o irmão quer se casar, faça-o mais nunca, jamais pense em separação ou divócio; não queiram jogar com a vossas salvação por causa dos praseres carnais, infringindo a lei mais sagrada da vida, a do casamento, amém! Yahuh seja louvado.
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1363
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 55
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: O DIVÓCIO E A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL!

    Mensagem por Fco Oliveira em Seg Fev 14, 2011 1:43 pm

    Nobre irmão Juliano a paz esteja contigo meu irmão, a sua refutação a favor da CCB foi brilhante, mais o que o amado não entendeu, foi que, a replica foi feita a uns cinco anos atrás, no juristaccb e que hoje, diante das enchurradas de verdades descobertas, através dos estudos bíblicos que estamos fazendo, não vale mais nada.

    Porque? Nem mesmo o Deus Jeová que a CCB adora cumpre ou respeita as mulheres, as mulheres para este Deus Jeová da bíblia, sempre foram objetos descartaveis; veja as mulheres de Saul, que não foram honradas como viúvas, mais foram dadas a Davi como objeto e logo que Davi pecou, elas foram dadas ao filho de Davi Absalão, o que o irmão tem a dizer agora?

    Vejam este estudo que este pastor fez: DEUS EM APUROS!

    O apóstolo João disse: “Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus” (Jo.1:12).

    O homem nascido da carne e do sangue, e da vontade do varão, é o nascido do ventre da mulher e do esperma do homem. Ora, o esperma do homem é imundo segundo a Escritura: “O homem, quando sair dele a semente da cópula, toda a sua carne lavará com água, e será imundo até à tarde” (Lv.15:16).

    “Também a mulher, com quem homem se deitar com semente da cópula, ambos se banharão com água, e serão imundos até à tarde” (Lv.15:18).

    "O filho ou a filha, nascidos dessa união carnal é imunda, também é imundo, e depois de cumpridos os dias da sua purificação, por filho ou por filha, trará um cordeiro para o holocausto, e um pombinho ou uma rola para expiação do pecado" (Lv.12:1-6).

    A semente de cópula não fica imunda porque eu sou imundo, mas eu fico imundo por causa da semente da cópula que sai de mim. Em última análise, o ato sexual é imundo. O remédio para anular a imundícia da semente é o matrimônio por amor.

    O matrimônio santifica o ato sexual.

    Paulo diz: “Se algum irmão tem mulher descrente, e ela consente em habitar com ele, não a deixe, e se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe, porque o marido descrente é santificado pela mulher, e a mulher descrente é santificada pelo marido; doutra sorte os vossos filhos seriam imundos, mas agora são santos” (I Co.7:12-14).

    Se houver divórcio, é porque acabou o amor, e acabando o amor, o sexo é imundo. O matrimônio santifica o ato sexual. Não precisa lavar com água e ser imundo até à tarde (Lv.15:16-17).

    Qualquer tipo de sexo, praticado fora do casamento é imundo e criminoso, mas dentro do matrimônio é santo e abençoado, por que? Porque o matrimônio santifica o sexo.

    Fica provado pelo acima dito, que, sendo o esperma imundo, e imunda a ovulação da mulher, sendo a cópula idem, é claro que os filhos nascidos da imundícia também são imundos (Lv.12:1-7).

    * Mas no Novo Testamento o casamento é santo, pois diz a Escritura: “Venerado seja entre vós o matrimônio e o leito sem mácula; PORÉM aos que se dão a prostituição, e aos adúlteros Deus os julgará” (Hb.13:4 – maiúsculo nosso).

    A resposta é simples: NO VT NÃO HAVIA MATRIMÔNIO!!!

    Prova-se pela Escritura: Saul era rei e tinha muitas mulheres! Quando Saul morreu, Jeová deu todas elas a Davi (II Sm.12:7-Cool. As mulheres deixaram de ser mulheres de Saul; agora eram mulheres de Davi, logo para Jeová não há casamento.

    Depois de uns anos Davi cometeu o adultério com Bat-Seba, e o homicídio de seu marido, de nome Urias, o heteu. Então Jeová pegou as mulheres que eram de Saul, e que dera a Davi, e deu a seu filho Absalão. As mulheres que eram de Saul foram dadas a Davi, e agora tira de Davi e dá para Absalão.

    Elas nunca foram mulheres de ninguém. São bonecas, na mão de Jeová, que devia honrá-las como viúvas (II Sm.12:11; 16:20-23).

    Na lei de Jeová está escrito que se um homem não der ouvidos a Jeová seu Deus, nem guardar os seus mandamentos e os seus estatutos (Dt.28:15), então ele desposará uma mulher, e outro homem dormirá com ela, edificará uma casa, porém outro homem dormirá nela (Dt.28:30).

    Jeová não honra o matrimônio, não honra mulher desposada com marido, não honra as mulheres piedosas (Lm.4:10), e não honra filho de ninguém (Is.14:21), e não honra a sua palavra (Ml.2:2-3), nem seus juramentos (Dt.1:34-35).

    Jeová resgata do Egito um povo com dez pragas, um povo que não conhece a graça do Messias, um povo corrompido no Egito e idólatra, um povo que não se converteu dos pecados, que não foi lavado dos seus pecados, leva-os no monte Sinai, e diz: “Filhos sois de Jeová vosso deus”.

    E Jeová sabia do estado moral dos filhos de Jacó. Ele diz: “Eu sabia que obrarias muito perfidamente, e que eras prevaricador desde o ventre” (Is.48:Cool. E qual foi o ventre de Israel? O Egito. E Jeová os levou para o Egito, e lá ficaram se corrompendo por cem anos, no tempo de José, depois veio mais cem anos de cativeiro.

    Então diz: “Houve duas mulheres, filhas de uma mesma mãe. Estas prostituíram-se no Egito, prostituíram-se na sua mocidade. Ali foram apertados os seios da sua virgindade; e estas são Samaria e Jerusalém” (Ez.23:1-5). A este povo Jeová disse: “Filhos sois de Jeová vosso deus”.

    Autoria: PASTOR OLAVO SILVEIRA PEREIRA

    www.verdadesbiblicas.com.br

    Como é que nós podemos debater uma Sã Doutrina de um Deus destruidor como é este Jeová da bíblia? Que não respeita crianças, mulheres grávidas e nem velhos! Para este Deus Jeová da bíblia, as mulheres são concideradas bonecas de prazer e negocios! Que palavras nós temos para refutar estas verdades? Nada!

    A Lei do casamento que segundo o NT era pra ser sagrado, se vira a página, o Deus Jeová dos cristãos não consideram nem que haja casamento entre um homem e uma mulher! Como é que vamos pregar uma doutrina deste Messias, se o Pai Dele não concorda com o que Ele falou? De jeito nenhum!

    Hoje, se nós defendermos a doutrina da CCB, estamos indo contra do Deus Jeová que odeia os humanos, odeia as crianças, os jovens, os velhos e até o ato sexual que o homem e a mulher faz, Ele abomina, tem como imundo. Sem palavra meu amado irmão, para debater sobre este assunto.
    avatar
    Fco Oliveira
    Admin

    Mensagens : 1363
    Reputação : -1
    Data de inscrição : 13/07/2009
    Idade : 55
    Localização : Catanduva São Paulo

    http://gideoes-ccb.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: O DIVÓCIO E A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL!

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Conteúdo patrocinado


    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum