Gideões da CCB Livres.
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

Usos e Costumes dos Judeus!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Usos e Costumes dos Judeus!

Mensagem por Administrador em Sab Dez 18, 2010 1:55 pm



TEMOS MUITAS DÚVIDAS SOBRE O USO E COSTUME DO POVO DE YASHORUL/ISRAEL, COMO O KIPÁ, O VÉU, O ÓSCULO SANTO, O LAVA PÉS, A SANTA CEIA, O CORTE DE CABELO DOS HOMENS E DAS MULHERES!

Algum dos debatedores que conhece bem a cultura judaica, nos poderiam ajudar em algumas destas questões, se os judeus estão ainda nos dias de hoje cumprindo tudo isto que vemos na bíblia ou se eles simplesmente aboliram estas práticas do seu cotidiano:

1- o uso do kipá é obrigatório ou foi abolido com a carta de Shaul hashaliach ou Apóstolo São Paulo? Que o homem não deve cobrir a cabeça quando orar, pois é a imagem do Soberano Criador. I Cor. 11;4. Re-

2- o uso do véu por parte das mulheres é obrigatório ainda nos dias de hoje em Yashorul ou foi abolido com o passar dos tempos, pois, é uso e costume e não doutrina ou lei. I Cor. 11;5. Re-

3- o ósculo santo que era costume em toda a História do povo hebreu, com a carta de Shaul, esta prática se intensificou; como os judeus estão cumprindo este decreto hoje, obrigatório ou foi abolido com o passar do tempo? Rom. 16;16. Re-

4- o costume de lavar os pés uns dos outros no judaísmo era regra de boa civilização e de hospitalidade, segundo os registros que vemos na bíblia; como os judeus de hoje, cumprem este assunto? Lucas 7;44. Re-

5- sabemos que o Messias tomou a última Páscoa com os seus discípulos Lucas 22;7 ao 17 e os deu o modelo da santa ceia, na leitura do texto, vemos que a ceia ensinada na bíblia é simbólica e tem mais a ver com o partir o pão do que o comer do pão e beber o vinho (a ceia canibalesca foi introduzido na bíblia pelos os pagãos no lugar da original);

Hoje, as igrejas evangélicas seguindo a doutrina canibalesca da ICAR, fazem a ceia canibalesca: comem "carne e bebem sangue humano" do seu Messias na dia da ceia (a CCB Congregação Cristã no Brasil enterra até os restos do pão como se fosse carne e do vinho como se fossem sangue), sendo que a semântica do assunto é simbólico: como os judeus cumprem esta determinação da ceia hoje? I Cor. 11;17 ao 34. Re-

6- o modo mais correto da oração ensinada na bíblia pelo o Messias é de joelho dobrado Lucas 2;41, como os judeus hoje fazem as suas orações: é com os rosto em terra, como vemos nas cenas de TVs ou é simplesmente de joelhos dobrados como os evangélicos? Re-

7- como este povo, judeus, lhe dão com uma igreja e sua doutrina, como a CCB (Congregação Cristã no Brasil) que chegou recente em Yahushalaim/Jerusalém; será se um judeu e sua família aceitaria a doutrina trinitária da CCB, com o seu véu, o ósculo santo, a santa ceia canibalesca, a oração de joelho dobrado, orando ao seu Deus SENHOR em Nome de Jesus Cristo? Re-

8- o corte do cabelo dos homens, como fica diante do cabelo compridos dos judeus de hoje? Re-

9- e das mulheres, na bíblia não especifica o tamanho do cabelo da mulher, se grande ou médio: é permitido o corte do cabelos das mulheres ou não? Re-

Contamos com a cooperação de todos, as suas respostas são fundamentais para ajudar um montão de gente confusas como os evangélicos. Yahuh seja louvado.


Última edição por Gideão da CCB Livre em Qui Jun 05, 2014 10:48 am, editado 2 vez(es)

Administrador
Admin

Mensagens: 1304
Reputação: -1
Data de inscrição: 13/07/2009
Idade: 52
Localização: Catanduva São Paulo

Ver perfil do usuário http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Usos e Costumes dos Judeus!

Mensagem por Administrador em Ter Dez 21, 2010 11:31 am



Nobres irmãos a paz esteja convosco, diante destas informações que obtivemos, sobre estes assuntos, temos a certeza de que estes pontos que muitas igrejas usam como "doutrinas obrigatórias", são apenas costumes de uma nação pecaminosa como são os judeus.

Não é mandamento Divino e nem a vontade do Todo Poderoso, que a sua igreja pratique tal coisa; foi criado por este povo contumaz e rebelde, como vemos de onde saiu o uso do véu, do lava pé e de todas as outras perguntas, temos as respostas exatas hoje.

Hoje sabemos que o judaísmo não aceita as doutrinas das igrejas evangélicas e o seu porque nas respostas do caro cooperador:

Mashmid Hoje à(s) 2:02 am

Shalom Fco!

Bem, não vou comentar o que penso, mas, apenas o que há no judaísmo.

1- o uso do kipá é obrigatório ou foi abolido com a carta de Shaul hashaliach? Que o home não deve cobrir a cabeça quando orar, pois é a imagem do Soberano Criador. I Cor. 11;4.

Re- Bem, judeus não creem no NT, então, somente isso já seria o suficiente. Mas, a Kipah não cobre a cabeça, nem 50% da cabeça fica coberta com a kipah. O que cobre à cabeça é o talit, portanto a kipah não entraria nesta discussão. Quanto ao talit, é um mandamento da Torah, então, utilizam esse "manto" com as "tzitziot" para o cumprimento dessa mitzvah. Então, para um judeu, mesmo ao que crê em Yeshua/Yahushuah/Yahshuah, Paulo não é nada quando comparado à Torah.

2- o uso do véu por parte das mulheres é obrigatório ainda nos dias de hoje em Yashorul ou foi abolido com o passar dos tempos, pois, é uso e costume e não doutrina ou lei. I Cor. 11;5.

Re- Em Israel, as mulheres são obrigadas a usarem o véu apenas em sinagogas ortodoxas, e para o judeu, a Torah não é somente a Torah escrita, mas, também a Torah she be'al peh.

3- o ósculo santo que era costume em toda a História do povo hebreu, com a carta de Shaul, esta prática se intensificou; como os judeus estão cumprindo este decreto hoje, obrigatório ou foi abolido com o passar do tempo? Rom. 16;16.

Re- O tal ósculo não é um mandamento da Torah, e não é praticado no meio judaico como um costume ou mandamento, não é utilizado no meio judaico.

4- o costume de lavar os pés uns dos outros no judaismo era regra de boa civilização e de hospitalidade, segundo os registros que vemos na bíblia; como os judeus de hoje, cumprem este assunto? Lucas 7;44.

Re- Isso não era costume nem na época de Yeshua/Yahushuah , era prática da seita essênia, mas, nunca foi uma prática do povo judeu. E de maneira alguma é praticada no meio judaico.

5- sabemos que o Messias tomou a última Páscoa com os seus discípulos Lucas 22;7 ao 17 e os deu o modelo da santa ceia, na leitura do texto, vemos que a ceia ensinada na bíblia é simbólica e tem mais a ver com o partir o pão do que o comer do pão e beber o vinho (a ceia canibalistica foi introduzido na bíblia pelos os pagãos no lugar da original);

Hoje, as igrejas evangélicas seguindo a doutrina canibalistica da ICAR, fazem a ceia canibalistica: comem "carne e bebem sangue humano" do seu messias na dia da ceia (a CCB Congregação Cristã no Brasil enterra até os restos do pão como se fosse carne e do vinho como se fossem sangue), sendo que a semântica do assunto é simbólico: como os judeus cumprem esta determinação da ceia hoje? I Cor. 11;17 ao 34.

Re- Bem, judeus não comemoram nenhum tipo de cerimônia chamada "santa-ceia" , e Yahushuah de maneira alguma comemoraria tal cerimônia entre os judeus.

Na verdade, o texto diz que Yahushuah não comemorou o pessach, já que a festa de pessach não havia nem chegado, segundo o texto, ele morreu no dia da preparação que caiu antes de Shabat hagadol, ou seja, ele morreu na véspera de véspera de pessach, e nem chegou a comemorar pessach.

Se ele comemorou, então, transgrediu a Mitzvah que ordena que Pessach fosse comemorada em Leil-Pessach que cai no dia 15 de Nissan.



6- o modo mais correto da oração ensinada na bíblia pelo o Messias é de joelho dobrado Lucas 2;41, como os judeus hoje fazem as suas orações: é com os rosto em terra, como vemos nas senas de tvs ou é simplesmente de joelhos dobrados como os evangélicos?

Re- Nem um e nem outro, judeus não rezam de rosto em terra e muito menos de joelhos dobrados. Na antiguidade rezavam de joelhos dobrados, mas, para se diferenciar dos idólatras, abandonaram a genuflexão e passaram a rezar de pé.

Apenas uma seita judaica chamada de Karaitas (Karaim) , ainda rezam deitados de bruços, como se fazia na época do templo.

7- como este povo, judeus, lhe dão com uma igreja e sua doutrina, como a CCB (Congregação Cristã no Brasil) que chegou recente em Yahushalaim; será se um judeu e sua família aceitaria a doutrina trinitáriana da CCB, com o seu véu, o ósculo santo, a santa ceia canibalistica, a oração de joelho dobrado, orando ao seu Deus SENHOR em Nome de Jesus Cristo?

Re- De maneira alguma. Para o judeu isso é 'Avodah Zarah, é o mesmo que rezar a uma estátua, e qualquer judeu que aceitar tal religião será um boged (traidor).

8- o corte do cabelo dos homens, como fica diante do cabelo compridos dos judeus de hoje?

Re- Judeus usam cabelos curtos ou compridos, não existe nenhum costume ou mitzvah quanto o corte de cabelos, a não ser que se fale sobre Peiot , que são os cantos do cabelo, pois, os chassidim não cortam seus Peiot.

9- e das mulheres, na bíblia não especifica o tamanho do cabelo da mulher, se grande ou médio: é permitido o corte do cabelos das mulheres ou não?

Re- É permitido no judaísmo. Bem, na verdade até no NT é permitido, o problema é que o pessoal não entende nem o que lê. Paulo diz que se a mulher não quisesse usar o véu, deveria tosquiar-se (cortar rente) ou rapar-se.

Então, o texto mesmo já diz que a mulher que não usasse o véu, deveria cortar o cabelo. Se para a mulher (somente para ela) fosse vergonhoso rapar-se ou tosquiar-se, então, usaria o véu.

Mas, no final do comentário, ele mesmo diz que não tinham esse costume. Como o próprio texto já diz, não é mandamento e sim costume.

Fonte: http://torahlagoym.forumais.com/t44-uso-e-costume-dos-judeus#364


Última edição por Gideão da CCB Livre em Qui Jun 05, 2014 11:01 am, editado 2 vez(es)

Administrador
Admin

Mensagens: 1304
Reputação: -1
Data de inscrição: 13/07/2009
Idade: 52
Localização: Catanduva São Paulo

Ver perfil do usuário http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Usos e Costumes dos Judeus!

Mensagem por Administrador em Dom Fev 23, 2014 5:54 pm


[Autoria de: Joelson Gomes]


Introdução:

Muitas igrejas têm feitos todo tipo de proibições para com as mulheres nas questões de maquiagem e adornos.

Com o argumento de que as irmãs devem ser simples como as pombas (Mt. 10:16), estas denominações proíbem e disciplinam qualquer vestígio de enfeites feitos pelas mulheres.

É comum escutarmos alguns irmãos falarem “minha igreja tem doutrina, lá mulher não usa maquiagem, brincos, pulseiras, etc.”.

E falam isso com orgulho de pertencer a uma igreja que tem “doutrina”. O que há nessas afirmações é uma confusão entre as palavras “doutrina” e “costume”.

As vezes pessoas são disciplinadas em certas igrejas por usar ou praticar coisas que aquela igreja julga que é proibido nas Escrituras, quando na verdade é apenas um costume local.

Mas, você pode perguntar: existem passagens que mostram como os homens e mulheres da Bíblia se vestiam e o que usavam?

Será que é correto hoje usar tudo o que eles usavam? A Bíblia aponta um padrão para a vestimenta e adornos cristãos?

Podem os irmãos e as irmãs se adornarem ou é isso pecado? E aqueles versículos que estas pessoas citam para proibir o uso de enfeites o que querem dizer? Neste capitulo vamos estudar sobre este assunto com detalhes.

I- COSTUME E DOUTRINA.

1.a- Já foi dito aqui que muita gente faz confusão entre “costume” e “doutrina”, a primeira coisa que devemos fazer é definir estes termos, pois existe diferença.

· Costumes estão ligados a usos, a uma prática habitual particular, se baseiam na cultura e na moda vigente naquele tempo e lugar.

· Doutrina. No Novo Testamento, a palavra mais usada para doutrina é didachê e significa:ensino, instrução, tratado. Para uma idéia ser doutrina cristã, é preciso que ela esteja exposta por todo o texto sagrado, e seja válida para todos os cristãos, ou seja, não é apenas algo local ou circunstancial, mas universal.

Observe a diferenças entre doutrina e costume.


  • Quanto à origem: A doutrina é divina. O costume em si é humano.
  • Quanto ao alcance: A doutrina é geral. O costume em si é local.
  • Quanto ao tempo: A doutrina é imutável. O costume em si é temporário


1.b-
 A doutrina bíblica gera bons costumes, mas bons costumes não geram doutrina bíblica. Igrejas há que têm um somatório imenso de bons costumes, mas quase nada de doutrina.

Isso é muito perigoso! Seus membros naufragam com facilidade por não terem a base espiritual da Palavra de Deus, se confiam nas próprias obras e acham que estão mais perto de Deus por não fazer ou não usar isso ou aquilo.

II- O QUE É VAIDADE.

2.a- Temos que definir também esta palavra e observar como ela aparece nas Escrituras Sagradas. É importante a gente se dar conta de que o termo ‘vaidade’, em português, não significa uma preocupação com a estética, como as pessoas pensam e usam a palavra dizendo: “ah, ela é cheia de vaidades!” O termo ‘vaidade’ em português provém do latim vanitas, o sentido básico desta palavra é: ‘em vão’.

1- Vaidade no Antigo Testamento.

a) No AT temos algumas palavras sendo usadas para vaidadeA expressão hebel (vaidade) usada no livro do Eclesiastes 1:2; 2: 11, indica: brevidade e ausência de substância, vazio (Jó 7: 16); coisa vã, que não produz efeito (Jó 9:29); engano (Jr. 16: 19; Zc. 10:2).

A The International Standard Bible Encyclopedia
 nos ajuda aqui com esta palavra e diz que as palavras “vão“, “vaidade“, “vaidades” são frequentes na Bíblia. A ideia destas palavras é quase que exclusivamente de algo “vazio” e também “falsidade”.

1- A palavra mais traduzida por “vaidades“, ou “vaidade” no AT é hebel, que significa um “sopro de ar, ou da boca“, muitas vezes é aplicada à idolatria (Dt. 32: 21; 1 Rs. 16:13; Sl 31:6; Jr. 8: 19); aos dias do homem e ao próprio homem (Jó 7:16; Sl. 39: 5,11), e também aos pensamentos do homem (Sl. 94: 11); e a riqueza e tesouros (Pv. 13:11).

No livro do Eclesiastes, onde a palavra ocorre muitas vezes, é aplicada a tudo: “Vaidade das vaidades, tudo é vaidade” (Ec. 1:2; 12:.

2- Awen, que significa também “sopro“, é também traduzida por “vaidade“, mas em conexão com “iniquidade” (Is. 58:9);

3- Shaw é outra palavra frequente, é traduzida por vaidade e tem também a ideia de “falsidade, maldade” (Êx.20:7, Dt. 5:11; Sl. 31:6).



2- Vaidade no Novo Testamento.

a) A palavra “vaidade” não ocorre frequentemente no NT, mas em At. 14:15 temos a palavra grega mataios, “vazio“, traduzida como “vaidades” (de ídolos); encontra-se também mataiotês, como “transitoriedade” (Rm. 8:20): “A criação ficou sujeita à vaidade (fragilidade, transitoriedade).

É traduzida também como “vazio”, “loucura” (Ef. 4:17; 2 Pd. 2:18). Observe que nenhuma vez estas palavras estão sendo aplicadas a questões de se maquiar ou usar certos adereços como brincos, pulseiras, etc.


III- O QUE OS HOMENS E AS MULHERES DA BÍBLIA USAVAM?

Os homens e as mulheres da Bíblia se enfeitavam e não era pouco. Eles usavam muitos adornos em várias partes do corpo. A seguir listamos alguns:

3.a- Os homens usavam:

· Anéis e colares (Gn. 41: 42; Ex. 35: 22; Et. 8: 2; Dn. 5: 29; Lc. 15: 22);

· Brincos (Ex. 32:2-3);

· Braceletes (Ex. 35: 22; 2Sm. 1:10);

3.b-As mulheres usavam:


  • Pendente, pulseira (Gn. 24: 22, 47);
  • Braceletes, colares (Ez. 16: 11);
  • Brincos, coroa na cabeça (Ez. 16:12);
  • Anéis no tornozelo (Is. 3 18);
  • Cadeias para os passos (Is. 3: 20).


3.c-
 Observe com atenção que as mulheres e os homens da Bíblia usavam muitos enfeites, não havia a concepção de pecado para tal prática.

Todos podiam usar os seus adornos, se vestir bem e se enfeitar para o dia a dia. Nas Escrituras isto nunca foi proibido. A relação de Deus e do povo de Deus com as jóias na Bíblia é muito interessante, preste atenção nessas passagens a seguir:

· Êx. 3: 21-22- Deus diz que quando os israelitas saíssem da escravidão no Egito pedissem aos egípcios jóias e roupas para seus filhos usarem. Isso não aconteceria se os israelitas não usassem jóias e se Deus fosse contra as mesmas.

· Êx. 35 4-5, 20-22, 30- 36:3- Veja que os objetos do Santuário que Deus mandou Moisés construir para ser sua casa de adoração, foram feitos cm as jóias do povo. Se jóias fossem algo pecaminoso Deus as usaria na Sua casa?

· Nm. 31: 50- aqui encontramos as jóias do povo sendo usadas como oferta expiatória para Deus. Deus aceitaria como oferta algo pecaminoso?

· Jó 42: 11- Como presente dos seus amigos após sua restauração Jó o homem justo e temente a Deus (Jó 1:1), recebe um monte de anéis. Para que isso se ele não usasse?

· Pv. 1:8-9- O escritor de provérbios compara o ensino dos PIS que é uma coisa muito boa, com diademas e colares, ou seja, compara com adornos, enfeites. Isto mostra que para ele os enfeites eram coisas importantes e boas. E não podemos esquecer que ele escrevia inspirado pelo Espírito Santo.

· Pv. 25:12- Uma pessoa sábia é comparada com jóias e brincos de ouro.

· Is. 61:10- Jerusalém é representada como se fosse uma mulher,que está recebendo as bênçãos de Deus (3), e estas bênçãos são comparadas com enfeites, com as jóias de uma noiva.

· Ez. 16: 1-14- Este texto é maravilhoso e esclarecedor. Deus compara Jerusalém com uma mulher, e como se Ele fosse um esposo que está feliz com sua mulher, lhe dá todo tipo de jóias, e ainda diz que ela enfeitada está com a gloria dele refletida (14).

· Ap. 21: 1-2- a Nova Jerusalém, que é um símbolo da Igreja glorificada, é comparada a uma noiva quando se enfeitava para o casamento.

3.d- Será que se as joias fossem algo que Deus abomina e que os cristãos não deveriam usar o Senhor faria as comparações que acabamos de ler em sua Palavra, e daria e receberia as mesmas de seu povo? É óbvio que não.

Todas estas passagens mostram que nas Escrituras nada existe de proibições com respeito as joias, e que o povo da Bíblia as usava normalmente.

IV- E AQUELE TEXTO?

Existem alguns textos que são muito usados por algumas pessoas para condenar o uso de joias pelos cristãos, a pergunta é: o que estes textos querem dizer? Vamos analisá-los.

4.a- Is. 3: 16-26 – As vezes alguns mais desavisados também usam estes versículos para manter suas proibições. É um uso mal feito, pois aqui se estivesse proibindo as joias para as mulheres, estaria proibindo também:



· Véus (19);

· Cintos (20);

· Anéis (21);

· Roupas caras, capas, bolsas (22);

· Espelhos, roupas de linho, xales (23);

· Perfumes, penteados, roupas caras (24).

Mas, logo se vê que as pessoas que usam esta passagem para proibir as jóias, não proíbem as outras coisas. Usam de dois pesos e duas medidas. O que este texto que dizer então?

4.b- É o seguinte: o profeta Isaías está dando uma sentença contra as mulheres de Jerusalém (16), dizendo que Deus iria tirar tudo o que cita delas, não porque aquilo fosse pecado, mas porque elas estavam cometendo outro pecado, o pecado da arrogância, do orgulho (16).

A retirada de todos estes objetos delas seria uma forma de castigo, tudo seria parte do julgamento de Deus sobre Jerusalém da qual fala todo este capítulo

3. Temos aqui um fato circunstancial, referente a situação das mulheres de Jerusalém, um fato descritivo (descreve um acontecimento), e não prescritivo (não prescreve, nem ordena uma doutrina).

Contrate esta passagem com Ez. 16: 1-14, onde Deus feliz com Jerusalém lhe dá joias de todos os tipos e roupas finas como bênção.

Tirar os ornamentos para o povo de Israel era sinal de tristeza (Ex. 33:1-6); receber ornamentos era sinal de bênçãos (Is. 61: 10; Ap. 21:1-2)
.

4.c- 1Tm. 2: 9-10; 1Pd. 3:1-4 – Estas duas passagens também têm sido usadas por alguns para proibir os adornos femininos, mas não é isso o que está escrito nelas.

1- No primeiro texto (1Tm. 2: 9-10) o apóstolo Paulo não está proibindo o uso de joias, nem os penteados para as mulheres, ele está fazendo um contraste entre dois tipos de beleza, a interior e a exterior.

Ele diz que a verdadeira beleza não deve está por fora, nas joias e ornamentos que as mulheres usavam, mas por dentro, na espiritualidade, na santidade. A mulher não deveria pensar em se enfeitar e se esquecer da parte espiritual, deve fazer uma, mas faça principalmente a outra.

Ele reflete sobre as prioridades do cristão, como em 1Tm. 4:8: “Porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir”. É claro que Paulo não desaconselha o exercício físico, mas mostra que a pessoa deve se exercitar na santidade antes de tudo.

Toda leitura de um texto assim deve ser feita com cuidado, levando em seu contexto, se não for assim iríamos achar que o apóstolo estaria proibindo o casamento em 1Co. 7:27: “Estás ligado à mulher? Não busques separar-te. Estás livre de mulher? Não busques mulher”, mas, não é isso que ele faz.

2- Na segunda passagem (1Pd. 3: 1-4), se Pedro estivesse lançando uma proibição contra o uso de joias pelas mulheres, porque ele usa como exemplo de santidade as mulheres do AT (5-6)? Pois como já vimos, elas usavam muitas joias.

Ora, se Pedro tivesse aqui sendo contra o uso de joias pelas mulheres, não usaria como exemplo quem as usava. Como entender o texto então? O que temos aqui são expressões idiomáticas como as seguintes:

· “Assim não fostes vós que me enviastes para cá, senão Deus, que me tem posto por pai de Faraó, e por senhor de toda a sua casa, e como regente em toda a terra do Egito.” (Gn. 45:. Veja no verso 4 que foram os irmãos de José mesmo que o venderam.

· “Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocausto. Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus“. (Sl. 51:16-17). Mas veja o verso 19, e também Ex. 29; Lv.22: 17- 33, onde o próprio Deus é quem estabelece os sacrifícios.

· “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o selou” (Jo. 6:27). Estaria Jesus proibindo o trabalho? É claro que não.

Quando os autores bíblicos escrevem assim, eles estão querendo colocar ênfase em certos detalhes que não podem ser esquecidos em certas práticas, mas não estão negando nada. Por exemplo:

· Em Gn. 45:8, José não estava dizendo que os seus irmãos eram inocentes se sua ida ao Egito como escravo, mas sim afirmando que ANTES dos irmãos dele fazerem o plano, Deus já havia feito.

· Em Sl. 51: 16-17, Davi não está dizendo que Deus não aceitava sacrifícios, pois o AT está cheio de ordenanças a este respeito (Lv. 1-7), mas está dizendo que ANTES de sacrifícios Deus queria o coração contrito.

· Em Jo. 6: 27, João não está dizendo que pessoas não deve trabalhar pela comida material, ANTES que se preocupe com a comida espiritual em primeiro lugar.

Portanto, nas duas passagens analisadas não há proibição do uso de ornamentos pelas mulheres, mas que ANTES elas saibam que a sua beleza deve está no interior, na vida espiritual dedicada, e não apenas no exterior, no que elas usam.



V- QUAL O CRITÉRIO DO CRISTÃO AO SE VESTIR E SE ADORNAR?

Depois de tudo o que foi dito fica a pergunta então devemos fazer tudo o que os homens e mulheres da Bíblia faziam; usar tudo o que usavam? Para responder a mesma temos que prestar atenção ao seguinte:

5.a- A Bíblia foi escrita em um determinado contexto e cultura onde havia muitos costumes diferentes dos nossos, assim nem tudo o que está na Bíblia é para fazer. Observe:

1- Gn. 16- Sara a esposa de Abraão, por ser estéril, dá empregada para que seu marido se deite com ela e gere um filho;

2- Ex. 21: 7- O pai podia vender a filha;

3- Ex. 21: 16,17 Lv. 20:9- Amaldiçoar ou ferir os pais era passível de pena de morte;

4- Lv. 23- Era obrigado celebrar as festas da Páscoa, Primícias, e o Dia da Expiação;

5- Dt. 21: 15-17- Homens podiam ter mais de uma esposa;

6- Dt. 21: 18- 23- Filhos desobedientes deveriam ser mortos;

7- Dt. 22:13-21- Mulher que casasse e ficasse provado que não era mais virgem deveria ser apedrejada até a morte;

8- Dt. 25:5-10- Se um homem casado morria sem ter deixado filhos, o seu irmão casava com sua esposa, era a lei do Levirato;

9- Dt. 26: 12-15- Quem dava o dízimo deveria fazer uma oração prescrita para todos.

Estes eram costumes do povo e da Lei de Israel, mas não são nossos. Ali eram aceitáveis, mas não são aceitáveis hoje, pois como já vimos costumes mudam de povo para povo e de época para época.

Assim, devemos ao ler a Bíblia saber diferenciar o que é um costume local, que dentro daquela sociedade era permitido e aceitável, e o que não é aceitável em nossa sociedade.

5.b- Observe este fato interessante:

· 1Co. 11:4-16 – Em Corinto, era proibido as mulheres cortarem o cabelo, e os homens de terem os cabelos crescidos. Mas, em Israel era normal os homens terem longos cabelos (Jz. 13: 1-5; 2Sm.14:26);

· 1Co.11: 5- Aqui em Corinto as mulheres podiam profetizar e orar nos cultos, e profetizar também era ensinar (1Co. 14:31), mas em Éfeso onde Timóteo estava elas não podiam fazer nada disso (1Tm. 2:11-12). Acontecia assim porque estas duas cidades tinham costumes diferentes.

5.c- Todo cristão deve saber que deve respeitar a cultura na qual está inserido, se ela não fere a doutrina bíblica (1Co.10:32). Assim, no caso de usos e costumes devemos saber se tal costume no país em que vivemos é aceito ou não.

Como a sociedade olha quem pratica tal coisa? Olha como cristão? Sendo práticos: homens de brincos no Brasil são vistos como cristãos pela sociedade? Mulheres com brincos pendurados no nariz são vistas como cristãs?

Agora todos nós sabemos que a sociedade não vê nada de errado em uma mulher cristã se adornar com seu brinco na orelha, ou seu colar ao pescoço. A mesma coisa não existe discriminação em um homem usar um colar discreto.

5.d- Existem algumas coisas que devem ser observadas pelo cristão quando for se vestir e se adornar com seus enfeites. Não se deve usar tudo que a moda oferece, quando se for usar algo se deve fazer algumas perguntas:

· Isto que estou usando serve para a glória de Deus (1Co. 10:31)?

· Isto que estou usando me faz ser causa de escândalo para crentes ou descrentes (Rm. 14: 13-16,21; 1 Co.10:32)? Muitas coisas podem não ser pecado, mas para evitar o escândalo não devemos fazer (1Co. 10: 23-31);

· Isto que estou usando mostra que sou santo (1Pd. 1: 14-15)?

· Isto que estou usando Jesus usaria (1Jo. 2:6)?

· Isto que estou usando mostra que meu corpo é templo do Espírito Santo (1Co. 6:18-20)?

O cristão deve adotar a modéstia em todo o seu procedimento, se não adota o comedimento saiba que peca. O bom senso deve ser praticado pelos crentes no que usam como trajes ou adornos, sob pena de fazer do templo de Deus que é o seu corpo, um templo profano. Ao usar uma roupa ou adorno pense sempre no outro, e se aquilo está escandalizando o nome de cristão ou não. Que tipo de templo você é?

CONCLUSÃO:

a) As Escrituras estão fartas de textos que provam que os adornos eram usados pelo povo de Deus, não eram proibidos.

Alguns tentam usar a Bíblia erradamente para tentar proibi-los, alegando que tudo isso é vaidade. É bom notar que na bíblia a palavra vaidade nunca esteve ligada ao uso de adornos pelas pessoas.

b) Os cristãos estão livres para se adornarem, mas observando o principio da modéstia. Devem saber que são diferentes, que devem ser santos. Se o que usam os transforma em motivo de escândalo ou de descrédito para com sua vida espiritual, estão em erro. Glorificar a Deus com seu corpo este é o critério básico para o comportamento cristão. Faça isso.

APÊNDICE:

a. Dt. 22: 5 – Igrejas têm usado esta passagem para condenar o uso de calças compridas por mulheres. A explicação que dão é que calças são roupas de homem, e, portanto, são proibidas aqui para as mulheres.

O que estas pessoas não dizem é que na época em que este texto foi escrito as roupas eram semelhantes para homens e mulheres. Os judeus todos usavam vestidos e túnicas, homens e mulheres, a distinção dos sexos não estava no tipo de roupa, pois todos usavam vestidos, mas nos tamanhos e cores.

b. A palavra hebraica no texto que é traduzida por roupa é o hebraico “simlâh”, a mesma palavra que é traduzida por “capa’ em Gn. 9: 23. Esta palavra significa: capa, manto, envoltório, vestuário, de homem ou de mulher; especialmente uma grande roupa exterior.

Assim , o texto não se refere a calças, mas a estilos de capas, vestimentas que se distinguiam por tamanho, cores, detalhes, e não por tipo. Portanto, não se proíbe aqui o uso de calças por mulheres, pois se ela usa uma calça de modelo feminino não há problema, assim como na Bíblia os homens usavam vestido, mas de modelo masculino. O texto proíbe o travestimos, homem como mulher e mulher como homem.

c. Mt. 10: 16 – Este texto não fala nada sobre usos e costumes. Fala dos problemas que os apóstolos enviados por Jesus iam passar e Jesus está mostrando como eles deveriam enfrentar estes problemas.

É só ler todo o capitulo 10 de Mateus. Portanto quem usa este texto para tentar falar de usos e costumes na igreja está falsificando as Escrituras.

Administrador
Admin

Mensagens: 1304
Reputação: -1
Data de inscrição: 13/07/2009
Idade: 52
Localização: Catanduva São Paulo

Ver perfil do usuário http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum