Gideões da CCB Livre de Religião.
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Dezembro 2016
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 1226 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Marcos T

Os nossos membros postaram um total de 1695 mensagens em 551 assuntos

A QUESTÃO DO SHABAT E DO DOMINGO PAGÃO!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A QUESTÃO DO SHABAT E DO DOMINGO PAGÃO!

Mensagem por Fco Oliveira em Dom Out 31, 2010 8:05 am



Nobres irmãos shalom de Yahuh (a paz de Yahuh esteja convosco), a questão do Shabat judeu, sempre foi e sempre será uma só: estamos morando num País onde o padroeiro não é o Santo de Yashorul (Israel) mais sim Shamíramis ou Marias que é mariolatrias!

O livro que rege as denominações brasileiras, é a cartilhas do Vaticano ou a bíblia da ICAR (Igreja Católica Romana), assim sendo, para cada dia do mês existe um ídolo a ser louvado pelos os pagãos desta nação brasielira; sendo que, o primeiro dia da semana, foi designado ao Deus Sol Invicto que na bíblia da ICAR está escrito na forma de um nome aportuguesado: SENHOR, mais é a transliteração literal de Baal.

Então, os corrúptos da bíblia fizeram um serviço de seu mestre, Ha-shatan, para ocultar a verdade com a mentira, porque ele é o pai da mentira Jo. 8;44; eles trocaram o Verdadeiro pelo o falso! ou seja: no lugar onde estava escrito o Nome do Verdadeiro Messias Yahushuah, eles trocaram pelo o nome de um dos seus milhares de ídolos, o Nome Yahushuah Ben Yoshef foi substituido por Horus/Hesus/Esus/Iosus finalmente chegou ao Brasil como Jesus!

No lugar do dia que o Eterno Yahuh dos Exércitos criou para o descanso do povo santo, que é o Shabat/Sábado hebreu, foi substituido pelo o "dia do Senhor" ou o dia do pai Baal que é a primeira pessoa da ss. trindade; no lugar do Filho do Eterno Deus Yahuh foi eleito a segunda pessoa da ss. trindade que é Tammuz o menino Deus que nasceu no dia 25 de Dezembro de Ninrode e Shamíramis que formam a família profana.

Diante destes fatos reais, hoje, temos dois Cristos e dois dias de descansos no Brasil, porque? O Cristo Redentor da ICAR não é o Cristo Redentor dos evangélicos, pois, o Cristo da ICAR nasceu no dia 25 de Dezembro e o dos evangélicos não se sabe em que dia ele nasceu, mais uma coisa os dois grupos, Católicos e evangélicos tem em cumum: comungam no mesmo dia, no Dia do Senhor/Baal ou o Deus Sol invicto que é o Domingo!

Os evangélicos hoje tem duas personalidades: servem o Cristo pagão dos Católicos como se forcem os Messias hebreu Yahushuah, mais nenhum deles conhecem a tramoia que Satanás fez para eles chegarem onde estão, adorando demônios como se forcem o Verdadeiro Salvador; porque está escrito: a idolatria é o cultos dos demônios!

Os evangélicos para estarem servindo o Verdadeiro Deus dos hebreus e seu amado Filho, eles jamais deveriam adorar o Cristo Redentor da ICAR e nem efetuar qualquer culto neste dia do Deus Sol que é o Domingo. Porque? No Domingo se louva o Deus Sol invicto que o Senhor/Baal e no Sábado sempre se louvou ao Verdadeiro Deus Yahuh dos Exércitos que é o Deus de Elyahuh (Elias).

Todos os cultos efetuados neste dia, Domingo, é em louvor e honra ao Deus Baal, tanto é verdade, que nenhum evangélico sabe pelo meno o Nome do seu Criador e nem o Nome do homem que morreu por eles na cruz; todos os evangélicos dizem que foi o ídolo Cristo Redentor da ICAR, mais não o que nasceu no dia 25 de Dezembro, aquele outro Jesus Cristo...

Mais que confusão descabivel? Se só existe um Jesus Cristo que é o Deus filho ou a segunda pessoa da trindade, que os evangelicos afirmam; como é que tem um outro que não nasceu no dia 25 de Dezembro? Olha aqui o veneno da serpente!

Vamos separar o joio do trigo meu povo:
o Deus que os Católicos adoram no Domingo não é e nunca foi o Deus de Elyahuh ou o Deus dos hebreus/judeus; o messias que os Católicos adoram nunca foi e nunca será o Messias hebreu/judeu, nenhum dos Deuses descrito nas nossas bíblias são o Deus dos hebreus, portanto, adorar o Deus da bíblia é adorar aos demônios, pois todos são ídolos pagão.

Guardar os dias santos ou os feriados dos Católicos, é o mesmo que adorar os seus ídolos! Efetuar cultos de louvores nestes dias de guardas dos Católicos, é o mesmo que estarem louvando aos demônios; tanto é verdade, que o Vaticano proibiu se fazer missas no dia do Deus dos hebreus, no Shabat!

Vejam: http://criacionista.blogspot.com/2009/06/papa-condena-missas-aos-sabados-e.html

Porque? Os Católicos odeiam louvar o Verdadeiro Deus Yahuh dos Exércitos! Qualquer louvor ou culto que se efetuar no Sábado, já tem direção certa: louvar ao Deus dos hebreus Yahuh dos Exércitos e seu amado Filho Yahushuah! Portanto, eles não querem que os louvores ao Deus Sol/Baal seja dado ao Verdadeiro Deus Yahuh Ul!
Só Yahuh é Deus no Céu e na terra, louvado seja o seu santo Nome, haleluiah!



Fco Oliveira
Admin

Mensagens : 1354
Reputação : -1
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 54
Localização : Catanduva São Paulo

http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A QUESTÃO DO SHABAT E DO DOMINGO PAGÃO!

Mensagem por Fco Oliveira em Dom Out 31, 2010 8:46 am

CONFIRMAÇÃO:

Vejam a foto: o Mashiach Yahushuah dos hebreus nunca foi e nem será o messias dos Católicos e evangélicos. Porque? O messias dos Católicos e dos evangélicos não vem mais a esta terra, eles é que vão subir para encontrar o seu messias no Céu e o Messias dos hebreus/judeus vai voltar para lutar contra o seu indígno adversário aqui na terra, se assentarar no seu trono aqui na terra, no trono de David seu Pai e julgarar a todos aqui mesmo na terra.

Mais isto implica na santificação do Shabat judeu? Não nescessáriamente! Porque nenhum de nós hoje, conseguiríamos cumprir todos os estatutos da lei do Shabat e o nosso Mashiach Yahushuah já nos libertou desta escravidão! Mesmo porque, o próprio Filho do Eterno Deus Yahuh disse que não havia nenhum justo pelas as obras de nenhuma lei, que, todos estavam debaixo da maldição e eram dignos de morte ou seja:

Sem ter o direito de entrar no reino de Yahuh dos Exércitos; mais vamos aos fatos, quem é o adventista ou sabatista que conseguem cumprir a "lei do Shabat/Sábado Judeu"? Eu gostaria de conhecer pelo o menos um!
Mais infelismente isto não é possivel, pois a lei do Shabat hoje no mundo é impossivel o seu cumprimento. Porque? A ONU não permite que se mate as pessoas que não guardam o Sábado e o Estatuto da lei do Sábado manda matar a todos os que quebrantar-la.

SHABAT/SÁBADO JUDEU!
http://www.bibliaonline.net/scripts/dicionario.cgi

Sábado= Cessação do trabalho, descanso. A primitiva instituição do descanso é registrada em Gen. 2;2,3; mas a palavra aparece pela primeira vez em Êxodo 16;23. A sua observância é requerida pela lei de Deus (Êxodo 16;25 a 30), estando a le i do descanso contida no quarto mandamento (Êxodo 20;8 a 11).

Associada primeiramente com a obra da criação (Gen. 2;3; Êxodo 20;11) foi também posta em relação com o fato da libertação dos Yashorulitas do jugo dos egípcios (Det. 5;15). A lei (Moral dos dez mandamentos) insistia na guarda do dia de descanso, ‘quer na aradura quer na sega’ (Êxodo 34;21).

O trabalho proibido compreendia até o ato de acender o fogo (Êxodo 35;3), sendo castigado com a "morte quem fosse encontrado a apanhar lenha" (Núm. 15;32 a 36). Por causa da rebeldia dos homens de Yashorul, foi criado pelo o Eterno tantas leis envolta do Sábado, que ficou impossivel o seu total cumprimento.

Em dia de Sábado havia um particular holocausto (Núm. 28;9,10). A devida observância do dia era acompanhada, como diziam os profetas, das bênçãos de Yahuh Ul; e a sua violação trazia ira (Isa. 56;2; 58;13; Jer. 17;20,22; Ezeq. 20;13). Estas passagens nos mostram que ia aumentando a lassidão (relachamento) na guarda do Sábado, sendo também certo que muitos guardavam o dia como sendo costume e não por espírito religioso (Isa. 1;13).

Entre os ‘nobres de Yahudah (Judá)’ e outras pessoas, notou Neemias que o Sábado era constantemente profanado, e procurou restaurar a sua observância (Ne. 13;15 a 22). Restabelecida a lei do descanso, foi-se tornando cada vez mais rigoroso o seu cumprimento, até que no tempo de Yahushuah eram já numerosos ‘os mandamentos dos homens’ (chagando a 603 mistvolt/mandamentos + os Dez das duas tábuas de pedras = 613), estabelecendo-se a confusão com respeito à guarda do Sábado.

Abundavam distinções fantásticas e engenhosas evasivas. As interpretações que os doutores davam à lei tornavam-na insuportável. O Salvador Yahushuah, porém, nos Seus ensinamentos, colocou o dia do descanso no seu verdadeiro lugar. Yahushuah não veio para destruir ou abolir a Lei e seus Estatutos, mas provar ao homem, que era possivel cumpri-la (Mat. 5;17) e Ele a cumpriu e depois arquivou-a.

Ele próprio tinha por costume assistir ao culto da sinagoga naquele dia (Mac. 6;2; Luc. 4;16; 6;1 e 6; 13;10). Mas sustentava que tinha autoridade sobre o Sábado (Mat. 12;Cool; e afirmava que esse dia tinha sido instituído para benefício do homem (Mac. 2;27); nesse mesmo dia operou um milagre (Mat. 12;13; Mac. 3;5; Luc. 6;10);

Defendeu os Seus discípulos que tinham sido acusados de infringir a lei do Sábado (Mat. 12;3 a Cool e segundo a lei do Sábado eles eram dignos de morte, seria aplicado a "pena de morte". Vejam que durante os seus vinte e nove anos e meio, Yahushuah guardou toda a lei e os seus Estatutos; mais assim que saiu das águas do santo batismo, Ele comessou a pregar outro dia de Descanso: Ele mesmo! Eu Sou o Descanso das vossas almas, vinde a Mim os que estás cansados e Eu vos aliviarei/descansarei.

A instituição de guardar, depois de seis dias de trabalho, o sétimo, como dia de descanso, foi estabelecida antes de ser dada a lei, no Edem! Assim ficando provado que o Sábado foi criado para o descanso do homem e não o homem ser criado para santificar o Sábado.

Quais foram os três concertos feitos por Yahuh Ul aos homens?
1) mutiplicai-vos e enchei a terra com os vossos filhos;
2) a Torah/lei assinada com sangue de animais que levaria aos fieis dos filhos de Yashorul a uma terra que manava leite e mel a Canaan dos Hebreus tendo como capital Yahushalaim e;

3) a Nova Aliança feita no sangue do Cordeiro de Yahuh dos Exércitos, nosso Salvador Yahushuah com a segurança da vida eterna na nova Yahushalaim que vai ser criada quando o Mashiach Yahushuah descer do Céu ou na sua volta, amem?

Caminho de um Sábado= Era cerca de seis estádios a distância que os judeus se permitiam andar em dia de Sábado (Atos 1;12). Dizia-se que essa distância tinha sido originariamente fixada pela que ia do tabernáculo à extremidade do campo no deserto.
Em km= Cerca de um quilômetro, passou disto era punido com a morte os que eram flagrado.
Yahuh seja louvado.

Fco Oliveira
Admin

Mensagens : 1354
Reputação : -1
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 54
Localização : Catanduva São Paulo

http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A QUESTÃO DO SHABAT E DO DOMINGO PAGÃO!

Mensagem por Fco Oliveira em Seg Nov 01, 2010 4:12 pm

O SHABAT FOI CRIADO NO ÉDEM PELO OS ANJO DE YAHUH DOS EXÉRCITOS POR CAUSA DO SER HUMANO E NÃO O HOMEM SER CRIADO PARA GUARDAR, SANTIFICAR OU SER ESCRAVA DAS LEIS DO SHABAT QUE FORAM CRIADOS PELOS OS JUDES!

"O sábado foi feito... Aonde? No Éden. Para que ou por causa de quem? Por causa do ser humano!"

Se "O sábado foi feito/criado no Éden por Yahuh dos Exércitos por causa do ser humano"; o ser humano não foi criado por causa do Shabat e nem para santifica-lo ou ser escravo dele, amém!

Se a segunda aliança feito por Yahuh dos Exércitos ao homem, que é chamado de torah ou a lei do Pentateuco, ela é um pacto perpétuo para o povo de Yashorul e não para nós os Gentios, ponto final. As leis que foram dadas por Yahuh dos Exércitos a Mosheh, tiveram o seu conteúdo valendo somente até a criação da terceira aliança.

Nem a primeira aliança (no Édem sem sangue), nem a segunda (entregue a Mosheh no Monte Sinai com sangue de animais) e nem a terceira (na cruz do Salvador Yahushuah com o seu próprio sangue), pode ser intercalada uma com as outras, cada uma tem o seu veredicto, seu estatuto e o seu juízo; não se pode misturar as alianças. Porque? Cada uma tem o seu aval e cada uma tem o seu galardão e nem uma das três são iguais, amém.

Ao ser criada a terceira aliança no sangue de Yahushuah Ha-Mashiach, automaticamente a primeira e a segunda aliança foram e tem que ser arquivada; não pode uma interferir na vida da outra!

Qual o prêmio ou a recompensa para os fieis à torah? Herdar uma terra que manava leite e mel; nada de vida eterna e nem de salvação das almas, o homem e os alimentos continuaram amaldiçoados por causa do pecado de Adão.

Com a criação da terceira aliaça ou a Nova Aliança feita no sangue de Yahushuah, foi dado pelo Eterno uma segunda chance ao homem; a vida eterna ou a salvação das suas almas!

Yahuh dos Exércitos reconciliou o homem e o mundo, lhe proporcionando agora uma vida eterna e não mais uma vida terrena onde se tinha onde dormir e encontrar o que comer.

O que o Soberano Deus Yahuh fez para reconciliar o mundo e o homem? Retirou o indicador do seu pecado e para ser feito isto, o Salvador Yahushuah teve que cravar na sua cruz a cédula que nos era contrário à nossa salvação, que eram as leis que incriminavam os homem criada pelo o próprio Eterno Yahuh.

Mais qual eram estas leis? Todas as leis que incriminavam o mundo e o homem chamando-o de pecador. Se a lei do Shabat incriminava o homem, ela também foi cravada na cruz; a lei do Shabat taxava o homem de transgressor e o amaldiçoava por ser rebelde às leis do Altíssimo Yahuh.

A única lei que não incriminava e não incrimina o homem, é a lei moral/Civil, está foi criada para o bem está de toda a coletividade, lhes proporcionando direitos e deveres entre todos os membros da sociedade em si.

É essa lei, que os amantes do Adventismo não conseguem separar uma das outras, a lei moral foi criada para por a casa do homem em ordem, cada um no seu lugar e dever. Exemplo: o homem não pode roubar o seu irmão, não pode adulterar o seu casamento, não pode matar o seu irmão e muitas outras que inibe a santificação da família.

Os amantes da torah, misturam tudo e fazem uma salada mista, que nem mesmo eles sabem o sabor de cada lei que o Eterno criou. Na mente de cada pastor destas igrejas só tem uma lei: "os Dez Mandamentos" Para este povo, não existe nada além disto, que é um tremendo erro. Yahuh seja louvado.

Fco Oliveira
Admin

Mensagens : 1354
Reputação : -1
Data de inscrição : 13/07/2009
Idade : 54
Localização : Catanduva São Paulo

http://gideoes-ccb.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A QUESTÃO DO SHABAT E DO DOMINGO PAGÃO!

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 3:10 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum